Fonte: OpenWeather

    Assassinato


    Caso Daniel: justiça revoga prisão de Cristiana Brittes

    Acusada de participar do assassinato do jogador, Cristiana Brittes responderá o processo em liberdade provisória. Em agosto, Allana Brites também foi liberada

    | Autor:
     

    Cristiana Brittes acusada de participar do assassinato do jogador Daniel Corrêa, deixou a penitenciária de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, na noite desta quinta-feira (12),  após decisão judicial e responderá pelo crime em liberdade. 

    A medida é provisória e requer o uso de tornozeleira eletrônica. A réu saiu da prisão e seguiu direto para casa. Segundo a decisão, ela deve se apresentar a cada dois meses no Fórum da cidade e está proibida de frequentar determinados lugares, como bares e casas noturnas. Além disso, não pode ter contato com nenhum dos investigados do caso.

    Cristiana estava presa desde outubro do ano passado, época em que o assassinato ocorreu. Ela foi indiciada por quatro crimes, sendo homicídio qualificado por motivo torpi, coação do curso de processo, fraude processual e também corrupção de menores. 

    A réu saiu da prisão e seguiu direto para casa
    A réu saiu da prisão e seguiu direto para casa | Foto: Divulgação

    A liberação foi determinada pela justiça depois que dos cinco réus do caso terem prestado depoimentos, na semana passada. A defesa de Cristiana Brittes utilizou a confissão do crime pelo marido de Cristiana, Edson Brittes, para apresentar a defesa da cliente. 

    No início de agosto, Allana Brittes, filha de Cristiana e Edson, teve o pedido de habeas corpus aceito pelo Supremo Tribunal de Justiça e também responde pelo crime em liberdade. Ela estava presa na mesma penitenciária que a mãe. Já Edson Brittes, que é réu confesso, continua detido na casa de custódia de São José dos Pinhais, Paraná.

    Comentários