Fonte: OpenWeather

    Crime


    Vídeo! jovem é torturada e mantida em cárcere privado pelo ex-marido

    O suspeito teria mantido a ex-companheira em cárcere privado durante três dias

    Vanessa só foi socorrida após o pai e a madrasta dela irem até a casa | Foto: Divulgação

    Uma jovem morreu, na última sexta-feira (1), após ser agredida violentamente e mantida em cárcere privado pelo ex-marido na própria casa, em Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro. Vanessa Silva do Nascimento Chaves, de 22 anos, ficou internada com traumatismo craniano e sofreu morte cerebral. 

    O suspeito, Douglas da Silva Arnauld, teria mantido a ex-companheira em cárcere privado durante três dias e, durante esse período, a agrediu diversas vezes na frente do filho do casal, de sete anos. A vítima chegou a perder a consciência.

    Vanessa só foi socorrida após o pai e a madrasta dela irem até a casa e perceberem as marcas de agressão. Devido a gravidade dos ferimentos, ela ficou internada no Hospital Adão Pereira Nunes, em Saracuruna, mas não resistiu. 

    Após o ocorrido, Douglas fugiu e mandava mensagens ameaçando a família da vítima. Ele foi preso no sábado (2) e encaminhado para a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM), onde o caso é investigado. 

    Segundo familiares, o casal ficou junto por um longo tempo, mas Vanessa sempre foi vítima de violência e ameaças, indo parar no hospital cerca de três vezes. 

    Como ato de solidariedade, os familiares realizam a doação dos órgãos da jovem.

    Comentários