Fonte: OpenWeather

    Estupro


    Pai vendia a própria filha de 12 anos aos amigos bêbados em festa

    Garota diz que foi estuprada por dezenas de amigos do pai em festas na casa da família

    Quatro homens, incluindo o pai da garota, foram presos | Foto: Divulgação

    Ao longo de dois anos, a cada final de semana, uma menina de 12 anos denunciou que foi estuprada por homens que visitavam sua casa. Os crimes foram revelados pela vítima a assistentes sociais. Alguns dos agressores eram conhecidos do pai, outros não.

    A vítima conta que tudo começou quando o pai passou a convidar amigos para beber em casa. Bêbados, os homens a provocavam e a apalpavam na frente da família. Às vezes, eles desapareciam com a mãe rumo ao único quarto da casa.

    Um dia, relatou a garota, ela mesma foi trancada pelo pai no mesmo quarto com cheiro de mofo, junto com um de seus amigos. O homem, então, a estuprou.

    A infância tornou-se rapidamente um pesadelo. Os homens visitavam sua casa, agendando tempo com ela por meio de seu pai, e dando dinheiro a ele em troca. Assistentes sociais acreditam que a menina tenha sido estuprada por ao menos 30 homens desde então.

    No dia 20 de setembro, após um alerta feito por professores, assistentes sociais resgataram a garota na escola, de onde ela foi levada para um abrigo. Exames médicos confirmaram os estupros, de acordo com as autoridades.

    Quatro homens, incluindo o pai da garota, foram presos. Eles são acusados de estupro, utilização de criança para fins pornográficos e abuso sexual, sem direito a fiança.

    A polícia ainda procura por outros cinco homens, todos conhecidos do pai, que também teriam estuprado e abusado da garota. Os investigadores possuem uma lista de nomes e fotografias de aproximadamente 25 homens conhecidos da família, que têm sido mostrados à garota. "Eu não me lembro de nenhum rosto. É tudo um borrão", disse ela.

    Comentários