Fonte: OpenWeather

    Vacinação


    Bolsonaro suspende compra de seringas 'até preços voltarem ao normal'

    O presidente também disse que neste primeiro momento a quantidade de vacinas não será grande e estados e municípios têm estoques de seringas

     

    Brasil ainda não definiu a data em que vai começar a vacinar
    Brasil ainda não definiu a data em que vai começar a vacinar | Foto: Reprodução

    O presidente Jair Bolsonaro disse, nesta quarta-feira (6), nas redes sociais que o Ministério da Saúde suspendeu a compra de seringas até que os preços voltem à normalidade. 

    O presidente também disse que neste primeiro momento a quantidade de vacinas não será grande e estados e municípios têm estoques de seringas. O Brasil ainda não definiu a data em que vai começar a vacinar a população. 

    Veja publicação do presidente 

    Na segunda-feira (4.jan), o Ministério da Saúde pediu às três empresas brasileiras que produzem seringas e agulhas que cada uma delas entregue, até o final de janeiro, 10 milhões de unidades desses insumos. 

    *Com informações do site SBT News

    Leia mais 

    Bolsonaro: 'O Brasil está quebrado. Não consigo fazer nada'

    Auxílio emergencial: "Querem que a gente renove", diz Bolsonaro

    Bolsonaro ironiza tortura sofrida por Dilma: 'Traz o raio-X'


    Comentários