Fonte: OpenWeather

    Pandemia


    Brasil tem a menor taxa de transmissão da covid desde novembro de 2020

    Levantamento do Imperial College de Londres mostra que a transmissão do coronavírus está em desaceleração no Brasil

    | Foto: Arquivo EM TEMPO

    Levantamento do Imperial College de Londres mostra que o Brasil registrou a menor taxa de transmissão de covid-19 desde novembro de 2020. De acordo com o estudo, atualizado nesta terça-feira, 13, o índice está em 0,88, ou seja, cada 100 pessoas contaminadas transmitem o coronavírus para outras 88.

    Isso significa que a doença está em desaceleração no país. Quando a taxa fica acima de 1, indica que os números de casos estão em crescimento. No dia 20 de junho, por exemplo, estava em 1,13. Na última análise, feita no dia 29 de junho, estava em 0,98.

    Apesar dos bons números, especialistas em saúde pública ponderam que é necessário analisar os índices por um tempo maior para garantir que há uma tendência de queda.

    De acordo com dados do Ministério da Saúde, divulgados na segunda-feira, 12, a média móvel, que contabiliza o número de óbitos da última semana, é de 1.303.

    A média de casos está em 44.923, a menor desde fevereiro deste ano, mas ainda próximo ao valor do primeiro pico da doença no Brasil, registrada no meio do ano passado. O país tem um total de 534.233 óbitos e 19.106.971 casos confirmados da doença.

    Vacinação

    Segundo o levantamento feito pelo consórcio de imprensa, 30.936.587 pessoas já receberam as duas doses da vacina contra a covid-19 e estão totalmente protegidas. Este valor é a soma dos 26 estados mais o Distrito Federal e equivale a 14,61% da população brasileira.

    Os dados são compilados pelo consórcio de imprensa que reúne UOL, Folha de S.Paulo, O Estado de S. Paulo, O Globo, G1 e Extra.

    Nesta terça-feira, o Instituto Butantan recebeu um carregamento do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) para produzir 20 milhões de doses da vacina. É o maior lote já enviado ao Brasil.

    No último fim de semana, o estado de São Paulo anunciou a antecipação do calendário de vacinação contra a covid-19. A meta é imunizar com pelo menos a primeira dose todos os adultos até o dia 20 de agosto. Depois desta data começa a vacinação de adolescentes, com menos de 17 anos.

    *Com informações do Exame

    Leia Mais

    Jovens de 18 e 19 anos recebem vacina contra Covid-19 em Parintins

    Comentários