Fonte: OpenWeather

    Fenomeno


    Superlua poderá ser vista nesta quarta nas américas do Sul e Norte

    O fenômeno é possível porque a Terra e a Lua se alinham, criando um eclipse lunar total

    No perigeu, a lua parece um pouco maior e mais brilhante da nossa perspectiva na Terra, daí a referência como "superlua"
    No perigeu, a lua parece um pouco maior e mais brilhante da nossa perspectiva na Terra, daí a referência como "superlua" | Foto: REUTERS/Toby Melville/File Photo/Direitos Reservados

    A lua vai parecer maior hoje (20) na América do Sul e Norte, segundo a Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço (Nasa) dos Estados Unidos. É a chamada “superlua”. Será a terceira do ano, as anteriores puderam ser vistas em 19 de fevereiro e 21 de janeiro.

    O fenômeno é possível porque a Terra e a Lua se alinham, criando um eclipse lunar total. A lua cheia estará no ponto mais próximo da Terra em sua órbita, chamada de perigeu.

    No perigeu, a lua parece um pouco maior e mais brilhante da nossa perspectiva na Terra, daí a referência como "superlua", segundo a Nasa. O melhor horário para observar o fenômeno será a partir das 22h.

    Leia mais:

    Próxima Lua de Sangue será visível em todo o Brasil em 2022

    Eclipse total da Lua ocorre nesta sexta; veja dicas para acompanhar

    Nasa transmite ao vivo o fenômeno da 'Superlua azul de sangue'

    Comentários