Fonte: OpenWeather

    Fúria da Natureza


    Terremoto de magnitude 6,4 atinge sul da Califórnia, nos EUA

    O abalo provocou deslizamentos de pedras, focos de incêndio, rompeu tubulações, causou rachaduras em prédios e falta de energia

    Equipes de resgate atenderam pelo menos 24 ocorrências médicas e de incêndios
    Equipes de resgate atenderam pelo menos 24 ocorrências médicas e de incêndios | Foto: AFP

    Um terremoto de 6,4 graus de magnitude atingiu na quinta-feira 4, uma grande zona do sul da Califórnia e partes de Nevada, sem nenhum registro de vítimas. Segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), foi o maior terremoto registrado em 20 anos na região.

    O tremor anterior teve 7,1 graus e afetou a área em 16 de outubro de 1999. A costa da Califórnia fica sobre uma falha geológica conhecida como Falha de San Andrés, por isso a região é constantemente afetada por tremores.

    O sismo ocorreu às 10h33 (14h33) no horário de Brasília) e durou alguns segundos. De acordo com a sismóloga Lucy Jones, do Instituto de Pesquisa Geológica dos EUA, o terremoto foi precedido por um tremor de 4,2 graus, meia hora antes. 

    Ocorreram várias réplicas posteriores e o terremoto principal foi registrado a uma profundidade de aproximadamente 8,7 km perto de Searles Valley, área pouco urbanizada 240 km a noroeste de Los Angeles. O tremor também foi sentido em Las Vegas, no vizinho Estado de Nevada.

    O presidente americano, Donald Trump, disse pelo Twitter que tinha sido informado sobre o terremoto, mas que “tudo parecia estar sob controle”.

    Segundo autoridades da Califórnia, o abalo provocou deslizamentos de pedras, focos de incêndio, rompeu tubulações, causou rachaduras em prédios e falta de energia nos condados de San Bernardino e Kern, os mais afetados. 

    A prefeita de Ridgecrest, Peggy Breedon, disse que objetos caíram de prédios, atingindo algumas pessoas. Imagens de TV mostraram prateleiras de supermercados caindo, piscinas tremendo e algumas estradas rachadas. Apesar dos estragos, não houve registro de vítimas.

    Equipes de resgate atenderam pelo menos 24 ocorrências médicas e de incêndios em Kern, no Deserto do Mojave, a 250 km ao norte de Los Angeles, perto do epicentro do tremor. 

    “O terremoto foi perto de China Lake e Ridgecrest. É uma área pouco habitada, no Deserto de Mojave, por isso o número de pessoas afetadas foi bem pequeno”, explicou Jones. A sismóloga afirmou ainda que existe o risco de que um tremor maior atinja a região nos próximos dias. “É certo que essa área vai chacoalhar bastante hoje (ontem) e alguns dos tremores posteriores, provavelmente, excederão a magnitude 5.” 

    *Com informações de agências internacionais

    Leia Mais

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Uma pessoa morre após vulcão entrar em erupção na ilha de Stromboli

    Brumadinho: bombeiros encontram corpo quase intacto


    Comentários