Fonte: OpenWeather

    Morte de modelo


    Caso Carolina Bittencourt: marido é indiciado por homicídio culposo

    Modelo morreu em abril ao cair no mar após vendaval no litoral norte de SP atingir embarcação em que estava com o marido Jorge Sestini

    O inquérito sobre a morte da modelo Carolina Bittencourt foi concluído nesta sexta-feira (16) pela Policia Civil
    O inquérito sobre a morte da modelo Carolina Bittencourt foi concluído nesta sexta-feira (16) pela Policia Civil | Foto: Reprodução

    O inquérito sobre a morte da modelo Carolina Bittencourt foi concluído nesta sexta-feira (16) pela Policia Civil. A decisão indiciou o marido da modelo, o empresário Jorge Sestini, por homicídio culposo, quando não existe intenção de matar. As informações são do site Veja 

    O documento foi encaminhado para o Ministério Público. Caso o MP ofereça denúncia contra Sestini, ele responderá judicialmente pela morte de Caroline. A pena por homicídio culposo é de 1 a 3 anos de detenção.

    Caroline morreu aos 37 anos em 28 de abril, na região de São Sebastião, litoral norte de São Paulo. Ela estava em uma embarcação com o marido quando o casal foi surpreendido por um vendaval. A modelo caiu no mar e Sestini deixou a lancha em busca da mulher, mas não conseguiu encontrá-la. O empresário foi resgatado do mar com vida e a Marinha e o Corpo de Bombeiros iniciaram uma busca por Caroline. O corpo da modelo foi localizado na tarde seguinte.

    O delegado responsável pelo caso, Vanderlei Pagliarini, acredita que Sestini, que pilotava a embarcação, agiu de maneira imprudente. Em depoimento, o dono da marina onde ficava a embarcação de Sestini, Leonildo de Oliveira, afirmou que alertou o empresário sobre as condições climáticas do dia em que o casal usava a embarcação.


    Comentários