Fonte: OpenWeather

    Ataque de tubarão


    Vídeo: Homem tem perna quase arrancada por tubarão em praia do Recife

    O banhista estava na praia de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, no grande Recife, quando aconteceu o acidente.

     

    Este é o segundo ataque de tubarão no mesmo local em um intervalo de 15 dias.
    Este é o segundo ataque de tubarão no mesmo local em um intervalo de 15 dias. | Foto: Reprodução


    Recife - Na manhã deste domingo (25), banhistas na praia de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, tomaram um grande susto quando um homem de 32 anos sofreu um ataque de tubarão enquanto nadava no mar. A vítima quase teve a perna arrancada e sofreu lesões na parte posterior da coxa esquerda e glúteos. O homem recebeu atendimento logo após o acidente.

    Confira o vídeo do resgate abaixo:

    Um homem de 32 anos foi vítima de mais um ataque de tubarão na região da Igrejinha de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, às 12h20 deste domingo (25). | Autor: TV JC
     


      Conhecida pela presença recorrente dos animais, a praia já chegou a registrar outros 13 casos de ataques semelhantes. Apesar do alerta, os banhistas continuam ignorando os riscos. Este é o segundo ataque de tubarão no mesmo local em um intervalo de 15 dias. Em 10 de julho, um homem de 51 anos morreu após um incidente com tubarão no mesmo ponto da praia. O banhista teve a mão arrancada e um ferimento profundo na coxa. Chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu.  

    Histórico de ataques

    Desde 1992, quando começaram a ser registrados os ataques no litoral pernambucano, foram notificados outros 66 incidentes com tubarão. Os dados são do Comitê Estadual de Monitoramento (Cemit). No total, houve 26 mortes no período. Isso porque a área conta com uma geografia favorável à presença dos peixes, conforme explica Rosângela Lessa, especialista em tubarões, oceanóloga e professora da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).

    "

    Naquele ponto há uma abertura nos arrecifes que faz com que as águas do raso e das áreas mais fundas se relacionem. Se o tubarão estiver circulando na região, tem acesso fácil às áreas mais rasas. Também há a um aprofundamento da costa naquele local, o que facilita a aproximação dos animais "

    , afirmou a especialista

     

    De cada cinco ataques de tubarão notificados em Pernambuco, um aconteceu nessa mesma área. Das outras 13 pessoas atacadas neste local, 12 eram banhistas, e uma, surfista. Sete morreram. Para evitar incidentes com tubarões, várias atividades no mar estão proibidas desde 1999 em áreas de maior risco. Entre elas, surfe e bodyboard.

    Além de Piedade, a praia de Boa Viagem, na mesma cidade, também é conhecida pelo risco da presença dos animais. A morte da adolescente Bruna Gobbi, após um ataque de tubarão na região foi, até então, o 59º caso registrado no estado em 21 anos. A jovem paulista foi socorrida pelos bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos.

    Na ocasião, a morte de Bruna motivou a recomendação do Ministério Público Estadual de interditar praias com risco de ataques até a instalação de redes de proteção para os banhistas.

    *Com informações do Metrópoles e do G1

    Leia mais:

    Jeff Bezos, homem mais rico do mundo, decola em viagem espacial

    Marido fica em estado grave ao ser ferido a golpes de pá por esposa

    Veja o vídeo: garota é atingida por pássaro em parque de diversões

    Comentários