Fonte: OpenWeather

    Arte


    Estúdio de animação japonês recebe homenagem de ilustradores do AM

    Ao todo, são 25 obras homenageando os filmes do Studio Ghibli, considerado um dos mais influentes da atualidade

    A artista Ana Toyoda se inspirou na animação "Ponyo: Uma Amizade Que Veio do Mar", lançado em 2008 | Foto: Divulgação

    Manaus — Um dos estúdios de animação mais premiados do mundo ganha uma homenagem de ilustradores amazonenses. Inspirados pelas histórias tocantes e traços sensíveis do Studio Ghibli, os artistas do Coletivo X Mao lançam a exposição "Ghibli, o vento quente do deserto" na próxima quarta-feira (2) no Palácio da Justiça, localizado na av. Eduardo Ribeiro, número 833, Centro.

    Ao todo, são 25 obras homenageando os filmes do estúdio japonês, considerado um dos mais influentes da atualidade. Cinco animações do estúdio oriental já receberam indicações ao Oscar, sendo "A Viagem de Chihiro" a ganhadora da estatueta de Melhor Animação em 2001 - filme que permanece como a segunda animação de maior bilheteria do mundo.

    Leia também: Vai ter ‘surra’ de Marvel até 2025, sim! Saiba quais são os próximos

    Foi através desse filme que o ilustrador Luiz Andrade conheceu outras animações do estúdio. Hoje, ele é um dos ilustradores que participam da exposição. "O Ghibli é um grande influenciador de nós todos do coletivo e, para mim, é a maior referência do mundo da ilustração", conta o artista. "A exposição é uma homenagem à essa força que o estúdio vem mostrando no ocidente, sua trajetória e Hayao Miyazaki, criador do estúdio".

    O Studio Ghibli é um dos poucos que ainda mantém a animação em 2D, pouco utilizada hoje em longa-metragens, principalmente no Ocidente. Para Luiz, essa é uma das características que fazem o estúdio ser tão aclamado atualmente. "As temáticas são profundas e bem desenvolvidas, assim como as personagens criadas por Miyazaki", afirma o ilustrador. "Além disso, os filmes possuem um viés contemplativo, que buscam trazer um elo perdido com a natureza e com o folclore japonês".

    Oficinas

    Além das ilustrações, o Coletivo X Mao também vai realizar oficinas e palestras para os amantes da arte. Oficina sobre animação básica será realizada no dia 12 de maio, com Bruno Fabian, animador 2D e 3D. A segunda oficina será realizada pelo próprio Luiz, no dia 8 de junho, sobre como escrever roteiros para animações cinematográficas.

    Além de Luiz Andrade, também vão expor os ilustradores Ana Toyoda, Daniele Mendes, Erick Rick, Gabi Lira, Izabelle Regina, Rafael Rodrigues, Rayanne Cardoso. A exposição começa nesta quarta-feira (2) e vai até o dia 9 de junho, com entrada gratuita. A visitação ocorrerá de segunda a sábado, das 13h às 17h, e nos domingos, de 11h às 15h. Para participar das oficinas, a contribuição é de R$5.

    Leia mais:

    Conheça os bares tradicionais no centro histórico de Manaus

    Matheus e Kauan levam público ao delírio na Festa do Cupuaçu

    Das rádios para os bares, Celestina reina no cenário cultural do AM

    Comentários