Fonte: OpenWeather

    Teatro


    Grupo de teatro representará o Amazonas em Festivais do DF e MG

    Será apresentado o espetáculo "Quarto Azul", que destaca de forma humorada os inícios dos relacionamentos

    O grupo será o primeiro representante da região Norte do Brasil a integrar os Festivais
    O grupo será o primeiro representante da região Norte do Brasil a integrar os Festivais | Foto: Divulgação

    Manaus - O Grupo Jurubebas de Teatro anuncia a participação no 2° Festival Nacional de Teatro de Bolso, em Brasília, e no Festival de Teatro de Guaranésia (FETEG 4° Ato), em Minas Gerais. O elenco apresentará o espetáculo "Quarto Azul", que destaca de forma humorada os inícios dos relacionamentos.

    O grupo será o primeiro representante da região Norte do Brasil a integrar os Festivais. O Festival de Minas Gerais ocorre de 30 de abril a 5 de maio. O de Brasília é de 19 a 25 de maio.

    O Quarto Azul é uma obra que se sustenta da energia das “primeiras vezes”. Situações como o primeiro beijo, o primeiro encontro, a primeira discussão e a primeira relação sexual são temas que permeiam a peça. É a primeira vez que um espetáculo do Norte é selecionado para o circuito artístico.

    O espetáculo Quarto Azul  é uma obra que se sustenta da energia das “primeiras vezes”
    O espetáculo Quarto Azul é uma obra que se sustenta da energia das “primeiras vezes” | Foto: Divulgação

    “O nosso espetáculo fala de forma humorada sobre os começos de relacionamentos nessa modernidade líquida. Qual a forma de enxergar um relacionamento em tempos líquidos de emoções efêmeras? Como podemos nos identificar com o amor difundido pelo mercado e suas específicas facetas? Foi a partir destas e outras questões que o Grupo Jurubebas de Teatro criou o espetáculo “Quarto Azul”, trazendo questões simples e de respostas complexas”, falou o diretor do grupo, Felipe Maya.

    O processo de seleção de “Quarto Azul” para ser apresentado nos eventos se deu a partir da análise da criação e concepções cênicas, bem como o encaixe da peça na proposta do festival. 

    “A notícia dos festivais veio num momento muito divertido para nós, pois já estávamos remontando a peça. Daí surgiu que a segunda versão foi escolhida para o Festival.  É com muito orgulho que vamos elevar o nome do Amazonas”, diz Maya.

    A peça remete aos conceitos do sociólogo Zygmunt Bauman sobre as relações humanas para contar uma história universal sobre o início de uma relação amorosa, repleta de humor e memórias. Inspirada numa história real, o espetáculo apresenta recortes do cotidiano de forma humorada e poética, embalados pela trilha sonora composta por Yago Reis.

    Edição: Isac Sharlon

    Leia Mais

    Projeto 'Ocupação 23' apresenta espetáculo teatral nesta sexta-feira

    Semana da Arte traz três dias de programação cultural em Manaus

    8º Festival Música na Estrada oferece oficinas gratuitas em Manaus


    Comentários