Fonte: OpenWeather

    Fábrica de talentos


    Legado para as futuras gerações da arte no Amazonas

    Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro atua na formação de artes visuais, de teatro de dança e da música a oito mil meninos e meninas

    Este ano, o 22º Festival Amazonas de Ópera (FAO) celebra o centenário de nascimento de Claudio Santoro
    Este ano, o 22º Festival Amazonas de Ópera (FAO) celebra o centenário de nascimento de Claudio Santoro | Foto: Marcely Gomes

    Manaus - Amazonense, Cláudio Santoro é sem sombra de dúvidas um dos maiores compositores e maestros de todos os tempos, reconhecido internacionalmente. Em homenagem ao seu legado, o Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro, trabalha a formação de oito mil meninos e meninas que sonham seguir as artes visuais, da dança, da música e do teatro.

    Este ano, o 22º Festival Amazonas de Ópera (FAO) celebra o centenário de nascimento de Santoro com a versão revisitada de ‘Alma’, do compositor, em quatro atos, baseada na primeira parte da trilogia “Os condenados”, de Oswald de Andrade. A história se passa na São Paulo dos anos 20 e mostra a conturbada relação da protagonista com o cafetão Mauro, por quem é apaixonada. O espetáculo contou com o Corpo de Dança do Amazonas, Coral do Amazonas, Amazonas Filarmônica, com regência de Marcelo de Jesus e Otávio Simões.

    São quatro unidades na capital: unidade Sambódromo, Dom Pedro; Centro de Convivência Magdalena Arce Doul, bairro Santo Antônio – ambos zona Oeste – Centro Estadual de Convivência do Idoso (Ceci), Aparecida, zona Sul; Centro Estadual de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, Cidade Nova, Zona Norte e uma em Parintins.

    Diretor artístico e técnico do Liceu, Davi Nunes, explica que a instituição tem excelência nos segmentos musical, teatral, de dança e artes visuais.

     “O Liceu Cláudio Santoro é uma instituição pública que tem demonstrado excelentes resultados no decorrer dos anos.  Hoje, temos desenvolvido um trabalho técnico de formação que engloba alunos que estão e querem uma vida artística, ou aqueles que querem ganhar conhecimento e desenvolver a sua arte na sua comunidade, seja na igreja ou na própria família. Então, dessa forma, alimentamos as nossas universidades públicas, além do mercado semiprofissional e profissional como as orquestras, banda do Exército, por exemplo, onde muitos dos nossos alunos estão presentes”, explicou Nunes.

    Segundo o diretor artístico, muitos dos alunos do Liceu retornam à instituição como professores.

    “Podemos dizer que o Liceu é a instituição mais importante em termos culturais do Amazonas. Além de darmos o preparo técnico em sala de aula, damos o preparo técnico prático. Nossos alunos mais avançados participam de grupos”, disse.

    Para a pessoa interessada em cursar dança, música, teatro ou artes visuais é só se dirigir à secretaria do Liceu, na unidade Sambódromo, e fazer a matrícula, com a documentação necessária. O Liceu proporciona material didático e os instrumentos.

    Aula de Desenho -  Liceu de Artes - Cládio Santoro
    Aula de Desenho - Liceu de Artes - Cládio Santoro | Foto: Marcely Gomes

    Artes Visuais

    A coordenadora de artes visuais, Juliana Mascarim, disse que o curso é plural e contempla desde cinema, fotografia – como na unidade Parintins – além de figurinos e coreografia, desenho e pintura artística, etc.

    “Os alunos das unidades de Manaus já tiveram figurino de grupos folclóricos, e os alunos de Parintins trabalham em cenários, figurinos, no Festival de Parintins, e em eventos ligados ao Festival”, explicou Mascarim.

    Teatro Liceu de Arte Cláudio Santoro
    Teatro Liceu de Arte Cláudio Santoro | Foto: Marcely Gomes

     Teatro

    Já o Teatro do Liceu Cláudio Santoro é coordenado por Thiago Oliveira.

    “O núcleo de teatro atua em todas as unidades do Liceu e atendemos, aproximadamente, 1 mil alunos. Temos cursos curtos, como oficinas, e de longa duração. Temos teatros para criança e grupo experimental. Temos teatro de bonecos e contadores de histórias, como peças infantis, além de maquiagem artística. Temos uma grande leva de alunos que saem do Liceu direto para a Universidade.

    Aula de Dança-  Liceu de Artes - Cládio Santoro
    Aula de Dança- Liceu de Artes - Cládio Santoro | Foto: Marcely Gomes

    Dança

     O núcleo de dança é coordenado pelo professor Baldoíno Leite. Ele explica que no Liceu há cursos de dança para criança, cursos livres (iniciantes e intermediário), e temos cursos avançados (capacitação e formação). São 3 mil alunos em todas as unidades.

    “Atendemos de uma maneira plural na área da dança balé, danças urbanas, dança contemporânea, entre outros. A pessoa interessada em dança tem que ter um objetivo, seja para se profissionalizar – aí tem que ter disciplina, cuidado com a alimentação, para poder integrar uma companhia de dança –  ou para se a pessoa quer dançar para bem-estar, onde também temos cursos livres”.

    Adolescente Gabriela Taveira, de 15 anos, estuda balé há três anos e quer seguir a carreira de bailarina profissional. “Fiz a Pequena Sereia, numa peça exibida no Teatro Amazonas, foi emocionante. Quero ser bailarina profissional”, disse.

    Instrumentos Músicas - Liceu Claudio Santoro Liceu de Artes
    Instrumentos Músicas - Liceu Claudio Santoro Liceu de Artes | Foto: Ione Moreno

    Música

    O coordenador do núcleo de música popular, Neil Armstrong, disse que os 16 cursos do Liceu, na unidade Sambódromo, têm mais de 600 alunos.

    “Temos violão e piano infantil, iniciação musical em flauta, trompete, trombone, contrabaixo, percussão, violão. Temos também a camerata de violões, temos grupo de violões da melhor idade, coral adulto. Os resultados são muito bons, porque muitos saem para as universidades. A maioria dos nossos alunos vai para os corpos de dança, música e teatro, quando saem daqui”, explicou. 

    Leia Mais

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Festival Amazonas de Ópera homenageia Claudio Santoro na 22º edição

    O legado da ópera para além dos palcos do Teatro Amazonas


    Comentários