Fonte: OpenWeather

    Cinema Brasileiro


    Dia do Cinema Nacional: 12 filmes nacionais que você precisa assistir!

    Confira os filmes brazucas que merecem a sua atenção

    Hoje é dia do Cinema Brasileiro | Foto: Divulgação

    Você sabe como começou o cinema no Brasil? 

    O cinema desembarcou no Brasil em 1896, com a primeira exibição de um filme na cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro. O filme escolhido para ser exibido foi dos irmãos Lumiére chamada: “Saída dos Trabalhadores da Fábrica Lumière”.

    As primeiras produções brasileiras foram rodadas entre 1897 e 1898. O curta-metragem Vista da Baía de Guanabara é considerado o primeiro filme brasileiro da história. Nele o cineasta italiano Afonso Segreto registra a sua chegada de navio após atravessar o oceano Atlântico.

    Com filmes que variam desde o drama à comédia e ao suspense ou terror, vimos o cinema de gênero ganhar mais destaque no país. E se você gosta de um bom longa brazuca, pode pegar um banquinho, pois separamos aqui 12 filmes brasileiros que você precisa assistir!

    1-Benzinho

    Benzinho
    Benzinho | Foto: Divulgação

    Um drama sutil e emocionante, Benzinho começou o ano em grande estilo, tendo estreado no Festival de Sundance, uma das maiores celebrações do cinema indie. A história segue a vida de uma mãe que precisa lidar com o trabalho e sua família, enquanto se prepara para se despedir de seu filho mais velho, que vai viajar para a Alemanha.

    O longa ganha bastante força por conta de seu elenco - especialmente Karine Teles, que brilha no papel da protagonista, e Adriana Esteves. Além disso, vale destacar a fotografia, que é belíssima. É um filme bem gostoso para se ver com a família, especialmente se você tem uma ligação muito forte com sua mãe.

    2-Ferrugem

    Ferrugem
    Ferrugem | Foto: Divulgação

    Dirigido e escrito por Aly Muritiba, e ganhador do Festival de Gramado nas categorias de melhor filme, roteiro e som, o drama Ferrugem fala sobre Tati, uma menina normal que acaba se tornando vítima depois que um vídeo íntimo é compartilhado com sua escola. A partir daí, sua vida se torna uma tragédia

    O filme fala justamente sobre temas que já nos são bem contemporâneos: a invasão de privacidade e o perigo da tecnologia, além do bullying. É um longa surpreendente, que foi elogiado não apenas no Brasil. Assim como Benzinho, ele marcou presença no Festival de Sundance.

    3-Ana e Vitória

    Ana e Vitória
    Ana e Vitória | Foto: Divulgação

    Se você gosta de comédias românticas teen e pira na música etérea da dupla Anavitória, vale citar o filme Ana e Vitória, que de certa forma, dramatiza o início de carreira da dupla e adiciona toques cômicos bem divertidos. O mais interessante aqui é que o longa é um musical, algo que não vemos com frequência no cinema brasileiro.

    Discutindo temas naturais da adolescência, como a busca pelo reconhecimento e o despertar da sexualidade, o filme sabe cativar justamente por ser protagonizado pelas cantoras - que esbanjam simpatia, carisma e vozes de outro mundo.

    4-Aos Teus Olhos

    Aos teus olhos
    Aos teus olhos | Foto: Divulgação

    Muito elogiado, principalmente pela atuação de Daniel de Oliveira, Aos Teus Olhos é um drama bem interessante, que conta a história de um professor de natação que é acusado de molestar um de seus alunos. A partir daí, sua vida começa a descer em uma espiral de problemas.

    Com paralelos evidentes com o filme dinamarquês A Caça, o longa dirigido por Carolina Jabor ganhou vários prêmios, como o de melhor filme pelo público no Festival do Rio. É um longa inquietante, que aborda um assunto delicado de uma forma bem diferente de tudo que já vimos antes.

    5-Motorrad

    Motorrad
    Motorrad | Foto: Divulgação

    Tente pensar em Mad Max como se fosse um filme de terror. Conseguiu? Assim, temos Motorrad. Aqui, vemos um grupo de motoqueiros viajando por áreas bem isoladas do país. O perigo começa quando uma gangue rival começa a caçá-los, dispostos a matar qualquer um em seu caminho.

    O filme conta com a direção de Vicente Amorim e teve, envolvido em sua produção, o quadrinista brasileiro Danilo Beyruth. Como resultado, temos um longa violento e que sabe dosar muito bem a escala de ação e de horror. O elenco também merece destaque, especialmente Guilherme Prates, Emilio Dantas e Carla Salle.

    6-A Repartição do Tempo

    A Repartição do Tempo
    A Repartição do Tempo | Foto: Divulgação

    O cinema nacional sabe explorar bem a ficção científica para fins cômicos, especialmente no que diz respeito à viagem no tempo. Pegue, por exemplo, O Homem do Futuro, de 2011. Algo similar acontece aqui em A Repartição do Tempo, filme que entrou no circuito comercial em fevereiro deste ano.

    A história segue um chefe abusivo, que usa sua máquina do tempo para fazer com que seus empregados trabalhem em um loop interminável, sem lhes dar descanso. É um filme divertido, que brinca bem com alguns aspectos que já nos são comuns, como a relação patrão-empregado e a burocracia.

    7-As Boas Maneiras

    As Boas Maneiras
    As Boas Maneiras | Foto: Divulgação

    Dirigido por Juliana Rojas e Marco Dutra, e protagonizado por Marjorie Estiano e Isabél Zuaa, o filme traz a história de uma mulher que é contratada para ser babá, mas acaba se afeiçoando demais à sua patroa. Quando o bebê nasce, ela se vê diante de um dilema assustador.

    Grande vencedor do prêmio de melhor longa-metragem de ficção no Festival do Rio, As Boas Maneiras é um filme que mescla diversos gêneros. Temos romance, horror e drama, tudo misturado em um dos longas mais enigmáticos do cinema brasileiro nos últimos anos. Recomendado para quem gosta de histórias de lobisomem.

    8-O Animal Cordial

    Animal Cordial
    Animal Cordial | Foto: Divulgação

    Primeiro longa de Gabriela Amaral, o terror O Animal Cordial é ótimo para quem não se importa em ver o sangue jorrando. Na história, acompanhamos as últimas horas do expediente de um restaurante, quando coisas sinistras começam a acontecer, envolvendo clientes inconvenientes, ladrões violentos e um dono insano.

    O grande mérito do filme está na sua tensão cada vez mais sufocante, e em um elenco espetacular, que conta com nomes como Murilo Benício, Luciana Paes, Camila Morgado e Irandhir Santos. A trilha sonora desse filme é outra coisa de tirar o fôlego, com momentos de apreensão claustrofóbica.

    9-O Segredo de Davi

    O Segredo de Davi
    O Segredo de Davi | Foto: Divulgação

    Para quem gosta de suspense, O Segredo de Davi é um tesouro escondido, já que passou batido para muitos. O filme conta a história de um estudante de cinema cujo passado trágico o transforma em um serial killer. A partir daí, ele começa a cometer seus assassinatos quase como uma forma de expressão artística.

    Brilhantemente protagonizado pelo galã Nicolas Prattes, o filme estabelece muito bem a psicologia de um assassino juvenil, além de trazer um romance inesperado e reviravoltas cada vez mais surpreendentes. Uma excelente estreia para o diretor Diego Freitas, já que esse é seu primeiro longa-metragem.

    10-O Alto da Compadecida

    O Alto da Compadecida
    O Alto da Compadecida | Foto: Divulgação

    João Grilo (Selton Mello) e Chicó (Matheus Nachtergaele) são os amigos inseparáveis que protagonizarão a história vivida no sertão nordestino. Assolados pela fome, pela aridez, pela seca, pela violência e pela pobreza, tentando sobreviver num ambiente hostil e miserável, os dois amigos usam da inteligência e da esperteza para contornarem os problemas.

    11-Lisbela e o Prisoneiro

    Lisbela e o Prisioneiro
    Lisbela e o Prisioneiro | Foto: Divulgação

    Lisbela (Débora Falabella) é uma moça que adora ir ao cinema e vive sonhando com os galãs de Hollywood dos filmes que assiste. Leléu (Selton Mello) é um malandro conquistador, que em meio a uma de suas muitas aventuras chega à cidade de Lisbela. Após se conhecerem eles logo se apaixonam, mas há um problema: Lisbela está noiva. Em meio às dúvidas e aos problemas familiares que a nova paixão desperta, há ainda a presença de um matador (Marco Nanini) que está atrás de Leléu, devido a ele ter se envolvido com sua esposa (Virginia Cavendish).

    12-O doutrinador

    O Doutrinador
    O Doutrinador | Foto: Divulgação

    Por fim, não podíamos deixar de prestigiar os filmes de super-heróis,especialmente um que parte de uma iniciativa 100% nacional. Baseado nos quadrinhos de Luciano Cunha e com direção de Gustavo Bonafé, O Doutrinador é a primeira adaptação cinematográfica do Universo Guará, um selo de quadrinhos genuinamente brasileiro.

    O filme conta a história de um homem, vivido por Kiko Pissolato que, motivado por uma tragédia pessoal, se torna um violento vigilante, lutando contra a corrupção  e justamente na época das eleições presidenciais. Vale destacar que o longa é só a ponta do iceberg, já que em 2019 teremos uma série exibida no canal Space.

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Novo 'Homens de Preto' lidera bilheteria, mas não impressiona crítica

    Marvel: ‘Fênix Negra’ encerra ciclo de X-Men

    Comentários