Fonte: OpenWeather

    Cinema brasileiro


    Filme "Eu sou Brasileiro" é lançado nesta segunda-feira em Manaus (20)

    Lançamento do filme teve a participação do diretor Alessandro Barros, a produtora Letícia Spiller e do ator Ivan Mendes em shopping de Manaus. Evento foi promovido pela Moto Honda da Amazônia

    O diretor Alessandro Barros e os atores Letícia Spiller e Ivan Mendes estreiam o filme "Eu sou Brasileiro" nesta segunda-feira (20) em Manaus
    O diretor Alessandro Barros e os atores Letícia Spiller e Ivan Mendes estreiam o filme "Eu sou Brasileiro" nesta segunda-feira (20) em Manaus | Foto: Divulgação/ Honda

    Manaus - "Eu sou brasileiro" é o grito de torcida em jogos de futebol. Paixão nacional de uma população que corre em busca dos seus sonhos e não desiste nunca. Esse é o ponto de partida que virou filme, com roteiro e direção de Alessandro Barros e produção de Letícia Spiller, que tiveram em Manaus para o lançamento da produção cinematográfica nesta segunda-feira (20) na capital. Evento foi promovido pela Moto Honda da Amazônia.

    O filme conta a história do 'Léo', interpretado pelo ator Daniel Rocha, que sonha em ser jogador de futebol, mas tem os sonhos interrompidos rodeados de surpresas. No  decorrer da história, o filme também aborda amizade, família, frustrações, perseverança e caminhos alternativos que a vida oferece. 

    Em Manaus e em entrevista ao Portal EM TEMPO, a atriz Letícia Spiller, o diretor Alessandro Barros e o ator Ivan Mendes comentaram um pouco sobre a construção do filme, os personagens e a produção de cinema do Brasil. 

    Letícia Spiller é atriz e também produtora de filme

    O teatro, a dança e o canto fazem parte da rotina profissional e pessoal da atriz Letícia Spiller que interpreta a psicóloga Márcia e agora também é coprodutora do filme "Eu sou brasileiro". A atriz também é produtora de filmes como "O casamento de Gorete" e "Joãozinho de carne e osso".

    Letícia Spiller destaca que "Eu sou brasileiro" é o filme humano que fala de superação, a essência da população brasileira. "O filme conta a história do Léo, de um sonho a uma carreira e frustração. É uma realidade próxima do brasileiro, que muitas vezes temos que 'abrir mão 'do que a gente gosta ou um sonho para sustentar uma família e que em muitas vezes persiste até conseguir", destaca a atriz. 

    Letícia esclarece que sua personagem tem uma forte influência na vida do personagem durante a trajetória de buscar sonhos. "A minha personagem vai mostrar para o Léo, que a vida pode ser muito mais do que aquilo que ele pensa, vai dar uma pequena dica que pode ser o ponto de virada, a percepção diferente" complementa Letícia. 

    Sonhos e oportunidades: história de Alessandro Barros

    Há 20 anos trabalhando no mercado da publicidade, o roteirista e diretor do filme, Alessandro Barros, conta que a história de superação é uma história sobre todos os brasileiros que possuem diversos sonhos, não apenas em ser um jogador de futebol. "Brasileiro tem tantos problemas, mas é um povo feliz. Essa caraterística  é bem interessante. Coloquei o futebol por ser uma paixão nacional e por dar uma identidade ao filme e aproximar ao público para a percepção que se o sonho não for realidade, existem outros caminhos", comenta o diretor. 

    Para Alessandro Barros, a persistência e a luta pelos sonhos é algo comum a todos os brasileiros, conhecidos por nunca desistirem. "O brasileiro tem tantos problemas, mas é um povo feliz. E essa caraterística é bem interessante. Coloquei o futebol por ser uma paixão nacional e dar uma identidade ao filme e aproximar ao público", destaca Alessandro

    A história do filme é uma realidade próxima para diretor e roteirista. O filme é o primeiro longa-metragem de Alessandro Barros, que iniciou a trabalhar no sonho há pouco tempo, após carreira consolidada no mercado publicitário. "A história do filme tem a ver com a minha história também, mas sou do ramo publicitário. E o cinema sempre foi algo que eu gostava e fui me aproximando aos poucos até conseguir fazer o longa-metragem, com a ajuda essencial da Letícia e de todo o time que montamos", comenta.

    Ivan Mendes, a amizade e persistência 

    Além de persistência e luta dos sonhos, a amizade também é um tema sutil ao ser retratado no filme. O ator Ivan Mendes, que interpreta Marcos, o amigo que apoia os sonhos de Léo, também possui uma história de realizações de sonhos.

    "O Marquinhos, como é chamado, é melhor amigo do Léo, eles têm uma amizade forte de apoio e parceria. Ele ajuda o Léo a se redescobrir. O meu personagem também retrata a questão de lutar por sonhos, já que ele tem o sonho de ser um grande chefe de cozinha", destaca o ator.

    Para Mendes, o filme retrata sobre a busca de sonhos que dão certo ou errado. "O filme é emocionante e é muito próximo a diversas histórias que encontramos no Brasil, que servem de inspiração para nós", complementa.

    Cinema como arte e produção econômica 

    Filme eu sou brasileiro
    Filme eu sou brasileiro | Foto: Reprodução

    O processo de criação do roteiro até o lançamento do filme teve duração de três anos da equipe, com dificuldades e adaptações. Alessandro Barros, Letícia Spiller e Ivan Mendes destacam a importância da produção cinematográfica para a cultura brasileira.

    "Fomentar o cinema é essencial e precisamos valorizar isso, principalmente em relação às produções regionais, que movimentam a economia de uma cidade. Gravamos em uma cidade e conseguimos movimentar uma economia local durante uns meses, por meio da arte, da produção de cinema", comenta Alessandro. 

    A atriz Letícia Spiller também destaca que existe esperança no fazer arte no Brasil. "Tivemos que lutar para esse filme não morrer, mas graças a junção de parceiros para o desenvolvimento, o filme foi possível para se tornar real", destaca Letícia. 

    Para Mendes, a cultura brasileira é rica e fundamental para mostrar ao mundo. "É muito importante que enxerguem a cultura como aliado para o desenvolvimentismo brasileiro, pois o cinema movimenta a economia das artes. É triste algumas produções não ter espaço ou financiamento para sua produção. Mas o momento agora é lutar para o cinema continuar movimentando a economia", destaca o ator. 

    "Eu sou Brasileiro" será exibido nas salas de cinema do Cinemark, no Studio 5 Shopping e convenções, de segunda à sexta-feira, às 19h e os ingressos custam R$12 inteira e R$ 6 meia entrada. O filme é uma parceria com a Elo Company, Honda Brasil e Cinemark. Uma rede que incentiva a produção do cinema nacional. 

    Comentários