Fonte: OpenWeather

    Festival


    Concurso de músicas autorais vai agitar o Podium da Arena da Amazônia

    Evento reunirá atrações para todos os gostos

    Serão mais de 30 atrações no Podium da Arena da Amazônia | Foto: Tacio Melo/Arquivo Sejel

    Manaus- Músicas autorais, solidariedade e empreendedorismo. Esses são alguns dos elementos que farão parte da segunda edição do Festival Universitário de Música – ManiFest 2019, que acontece neste sábado (31) e domingo (1º), a partir das 16h, no Podium Norte da Arena da Amazônia. O evento, que conta com apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), reunirá atrações para todos os gostos e reviverá os grandes festivais universitários que incentivaram, evidenciaram e valorizaram novos talentos em Manaus.

    Serão mais de 30 atrações, entre elas os artistas regionais DJ Carol Amaral, banda Official 80 e Papo de Preto, Bianca Caggy e Márcio Cigano. Também se apresentarão os 20 artistas selecionados para concorrer aos prêmios, no valor de R$ 20 mil, oferecidos pelo festival, além de shows de artistas de renome nacional, como o cantor Wanderley Andrade, entre outros.

    A banda Gramophone, uma das selecionadas para concorrer no festival, apresentará a música “Mantenha a Distância”, que relata a experiência de uma pessoa com depressão e como ela se enxerga, autodepreciando-se e considerando o fim da sua existência como uma alternativa.

    “O Renan Haijin, nosso guitarrista, é o compositor da música. Ele expressou nesta música uma época em que ele passava por altos e baixos. Foi uma forma de cuidar da própria cabeça e de ter empatia com os outros que sofrem do mesmo problema”, comentou Vivian Oliveira, vocalista da banda.

    A cantora, que se mostra bastante animada para participar do festival, destacando como positivo a retomada dos grandes festivais de música em Manaus, sendo uma maneira de divulgar o trabalho de artistas locais e incentivar a cultura, principalmente entre os jovens amazonenses.

    Artistas selecionados

    Foram 74 músicas autorais inscritas de artistas do Amazonas, Rio de Janeiro, Roraima, Rondônia, Pará, sendo 20 selecionadas para concorrer no festival. A seleção foi feita por meio de uma comissão composta por cinco profissionais da área da música e artes, designados pela Comissão Organizadora do Evento.

    Por ordem alfabética, os selecionados são: “Aliens” (Conduta 092); “Amor de Guaraná” (Jaime Pereira); “Barco de Papel” (Queni Lopes); “Branca” (Junior Rodrigues); “Caminheiro” (Diego Abreu); “Cultura de Roda” (Victor França); “Deus Nunca Erra” (Rodrigo Falcão); “Estrada Real” (Ludi Sousa); “Estradas (Contra TempoS); “Gotas de Chuva” (Giovanni Briglia); “Lonsdaleita” (Jorjão Pampolha); “Manaus Eterno Amor” (Jânio Queiroz); “Mata” (Bruno Rodriguez); “Mantenha a Distância” (Gramophone); “Meu Teremim” (Jéssica Stephens); “Minha Nega” (Isadora Fernanda); “Na Cara e Na Coragem” (Marrapaiz); “Naiá” (Ramon Carneiro); “Pra Sempre” (Kduo & Big Rose); “Três Gerações” (Kely Guimarães).

    *Com informações da assessoria 

    Comentários