Fonte: OpenWeather

    Show


    Supercolisor apresenta músicas novas neste sábado (14) em Manaus

    O show gratuito acontece às 19h, no Teatro Gebes Medeiros, localizado na avenida Eduardo Ribeiro, Centro de Manaus

    Formada em 2008, a banda Supercolisor conta com Ian Fonseca, Jérôme Gras, Henrique Meyer, Natan Fonseca e Denis Mariano | Foto: Divulgação

    Com um repertório já conhecido pelo público e também músicas inéditas de seu novo álbum, “Viagem ao Fim da Noite”, a banda Supercolisor se apresenta em Manaus neste sábado (14), às 19h, com show gratuito no Teatro Gebes Medeiros, localizado na avenida Eduardo Ribeiro, Centro de Manaus.

    Formada em 2008 na capital amazonense, a banda Supercolisor tem como formação atual os integrantes: Ian Fonseca (voz, piano, violão), Jérôme Gras (baixo), Henrique Meyer (guitarra), Natan Fonseca (bateria e percussão) e Denis Mariano (bateria e percussão).

    O vocalista da banda, Ian Fonseca concedeu uma entrevista exclusiva para o Portal EM TEMPO, contando da trajetória da banda, novo álbum e expectativa para o show. Confira!

    EM TEMPO - Quais as influências?

    Ian Fonseca - A gente ouve de tudo, e se deixa influenciar por tudo que emocione ou interesse os membros. Ultimamente temos trocado muita referência nova (cada um explora áreas bastante específicas e tem o prazer de apresentar aos demais), mas em resumo dá pra dizer que a gente vai de Caetano Veloso a Radiohead na mesma playlist. Ou de Beach Boys a Maurício Pereira.

    EM TEMPO - Como vocês definiriam o estilo da Supercolisor?

    IF - Isso é tarefa pro público, mas se tivermos que preencher uma ficha não estaria errado dizer "rock alternativo pop", embora o termo em si já traga uma contradição - e a gente gosta disso!

    EM TEMPO - Quantos álbuns e videoclipes já foram lançados? A banda possui projetos futuros?

    IF - Temos dois álbuns e um EP já lançados. Estamos lançando agora nosso terceiro álbum. Até agora são quatro videoclipes lançados, mas pretendemos realizar alguns mais por aí com o novo trabalho.

    EM TEMPO - O que a banda traz para o público no 'Viagem ao Fim da Noite'?

    IF - Dá pra dizer que o espírito das canções ainda possui a mesma essência, mas o que mudou notavelmente pra este disco foi a clareza dos arranjos. Fomos um tanto mais fundo no esmero harmônico e pensamos no disco como uma banda tocando ao vivo, o que magnifica a importância de cada um dos elementos - dessa vez mais enxutos. Então acho que o público vai notar que é um Supercolisor mais cristalino, mais "canção" ainda. Mas somos suspeitos pra falar: depois de um tempo fazendo um disco, é difícil manter uma perspectiva externa, e é por isso que estamos curiosos com a resposta do público de Manaus e do Brasil para com esse novo material.

    Show de abertura

    A abertura da noite fica por conta da cantora Elisa Maia, que leva ao palco músicas do EP “Ser da Cidade” e também novidades do seu próximo trabalho. Elisa vai estar acompanhada pelo guitarrista Neil Armstrong Jr e pelo baterista Beto Montrezol, que também controla os samples do show. A cantora demonstrou grande entusiasmo ao receber o convite para abrir a noite.

    A cantora Elisa Maia realiza o show de abertura
    A cantora Elisa Maia realiza o show de abertura | Foto: Junior Moraes/Divulgação

    "A Supercolisor não se apresenta em Manaus desde 2016 e eles sempre mobilizaram um público de fãs expressivo na cidade. Eu além de amiga, sou muito fã deles. O Ian inclusive gravou pianos nas músicas novas que estou produzindo e ainda deve colaborar mais no fechamento no meu álbum novo. Eu já produzi vários eventos em que eles tocaram e produzi inclusive duas turnês deles pelo sul, sudeste e nordeste do país. Então eu sou muito suspeita pra falar. Fazer show de abertura pra eles vai ser uma honra e eu tô muito animada pra mostrar como a minha sonoridade e a da Supercolisor vão funcionar num único palco",declarou Elisa.

    A cantora ressaltou da necessidade do Estado reconhecer a importância da produção artística local e compreender das limitações que a região possui.

    "A gente tem uma mania de achar que nada daqui faz sucesso ou se destaca nacionalmente, mas a gente esquece que nosso processo artístico-cultural precisa de tempo, referência, memória, investimentos. É importante que a gente consiga se visualizar dentro da nossa própria cidade, pra conseguir trabalhar entre si e fomentar o estabelecimento de novos profissionais, principalmente na produção musical, pra avançar também em termos de originalidade estética.", destacou Elisa.

    As portas do teatro serão abertas ao público a partir das 18h30 e os shows começam às 19h. A entrada é gratuita e o evento tem apoio da Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Governo do Estado do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), Coletivo Difusão e Estúdio Supersônico.

    Oficinas

    A banda também realiza duas oficinas sobre produção musical no domingo (15)
    A banda também realiza duas oficinas sobre produção musical no domingo (15) | Foto: Divulgação

    Os membros da banda Supercolisor também realizam neste domingo (15) duas oficinas gratuitas, que acontecem no estúdio Supersônico, na rua Brigadeiro João Camarão, 24, Dom Pedro, às 16h e às 17h15.

    Segundo Ian Fonseca, os inscritos poderão realizar perguntas e tirar dúvidas durante as oficinas. "Os participantes podem esperar um papo bem informal, franco e amplo a respeito de auto-produção musical e auto-gestão de carreira, levando em conta os desafios da música independente no cenário brasileiro. Queremos a contribuição de todos os presentes com falas e perguntas também, então imaginamos a atividade mais como uma conversa aberta e, com sorte, vamos poder passar um pouquinho da experiência que estamos acumulando com trabalhos nessa área", contou o vocalista da Supercolisor.

    A primeira atividade tem como tema “Produção Musical”, e a segunda “Gestão de Carreira”. A programação é destinada a artistas, produtores e interessados em geral. A inscrição é gratuita, e é necessário enviar um e-mail para [email protected], até as 14h de domingo, manifestando o interesse em participar das oficinas.

    No e-mail, o interessado deve enviar nome completo, número de documento oficial e um breve currículo na área artística, e aguardar a confirmação. No caso de não-recebimento da confirmação, pode-se telefonar para o número (92) 98806-9996.

    Comentários