Fonte: OpenWeather

    Sétima Arte


    Curta ‘Caso Tucumã’ ganha destaque em festivais nacionais

    O curta-metragem foi produzido, em 2019, na Oficina de Produção Audiovisual (OPA) do Museu Amazônico da UFAM

    Filme será exibido em festivais nacionais
    Filme será exibido em festivais nacionais | Foto: Divulgação

    Manaus - Com expressões típicas do ‘’amazonês’’ e trazendo elementos bem regionais, como o Mercado Adolpho Lisboa e a culinária manauara, o curta-metragem ‘’O Caso Tucumã’’, produzido por uma equipe totalmente amazonense, conquistou a atenção fora da região Norte e será exibido no 8º Festival de Cinema ‘’Curta Pinhais’’, no Paraná, e no 3º Festival de Cinema de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina.

    O resultado surgiu do trabalho da Oficina de Produção Audiovisual (OPA), oferecida gratuitamente pelo Museu Amazônico da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), que tem o objetivo de apresentar e incentivar a produção de peças do ramo.

    O projeto é coordenado pelo produtor audiovisual Thiago Morais, servidor do Museu e instrutor das aulas, que conta como foi a experiência na produção do curta-metragem.

    ‘’ O filme foi produzido em 2019, junto com outros profissionais da área convidados para agregar suas experiências e colaborar na execução do projeto. Todos os alunos participantes se esforçaram em cada processo, o que rendeu resultados bem satisfatórios’’, conta Thiago.

    A oficina contou com cerca de 25 participantes que puderam aprender na prática as funções nos setores de fotografia, direção de arte, produção, maquiagem, figurino, preparação de elenco e som, com o auxílio dos produtores audiovisuais Wander Luiz e Saleyna Borges, além do cineasta Bruno Pereira.

    Alunos tiveram grande papel na produção do curta
    Alunos tiveram grande papel na produção do curta | Foto: Divulgação

    Thiago Morais explica que a proposta da oficina é enaltecer os profissionais e a cultura amazonense. O roteiro de “O Caso Tucumã’’ trouxe elementos amazônicos para dar mais identidade ao filme.

    O enredo do filme narra, com humor e suspense, a história de uma mulher que recorre aos serviços de um detetive para desvendar um crime.

    “Todos os alunos se encantaram com a ideia do filme assim que o roteiro foi apresentado, ele tem uma linguagem bem amazônica, bem ‘cabocão’, mas sem estereotipar, sem ser muito carregado na fala’’, conta Thiago.  

    Produção

    O roteiro foi escrito e dirigido por Bruno Pereira, com a produção de Wander Luiz, Saleyna Borges e os próprios alunos da Oficina de Produção Visual.

    “Os alunos, em cada função desempenhada, fizeram parte da produção. Eles participaram ativamente na direção de arte, na preparação do cenário. A iluminação do filme, equipamentos e planos de filmagem utilizados foram decisão dos alunos orientados pelos profissionais que desenvolveram a oficina’’, conta o coordenador.

    De acordo com Thiago, todo o cenário do filme foi feito no Museu Amazônico. O escritório de investigação, onde ocorre a trama, tomou lugar na sala de aula do curso, que recebeu atenção especial com elementos amazonenses.

    Cartaz do filme ''O Caso Tucumã''
    Cartaz do filme ''O Caso Tucumã'' | Foto: Divulgação

    Elenco

    O elenco é formado por Jorge Pimentel e Andreia Omena, alunos da oficina e pelo jovem Arthur Mascarenhas, que foi captado através de uma seleção de elenco.

    Um dos destaques é Andreia Omena, que além de participar da equipe de fotografia, atuou no curta-metragem. A aluna conta que a primeira resposta, ao ser cogitada para o papel, foi negar: ‘’ Seria meu primeiro contato com a atuação, no início rejeitei o papel pois nunca tinha tido experiência nenhuma, mas a produção do elenco insistiu, e acabei aceitando’’.

    Andreia conta que foi cogitada para a personagem por se encaixar no perfil desejado e que a experiência lhe proporcionou várias descobertas.

     “Eu fui na cara e na coragem, o resultado foi surpreendente. Toda a equipe se dedicou muito ao curta-metragem e ficamos muito satisfeitos, foi uma produção incrível. É um privilégio poder fazer parte disso. É emocionante ver como tudo começou, o processo, o trabalho e a dedicação que tivemos para fazer acontecer e os frutos que ele está dando agora. É muito gratificante’’.

    A aluna e atriz do curta, Andreia Omena
    A aluna e atriz do curta, Andreia Omena | Foto: Divulgação

     A atriz fala, ainda, sobre as descobertas pessoais que a oficina lhe proporcionou e que, agora, pretende seguir carreira na área de cinema. “Após o curso, fiz uma inscrição na Academia Internacional do Cinema (AIC), no Rio de Janeiro. Acabei me apaixonando pela área”, diz entusiasmada.

    Andreia incentiva também as pessoas a reconhecerem o trabalho cinematográfico do Amazonas e todo o potencial que ele oferece. “Tem muitas pessoas talentosas e trabalhos bem feitos, em Manaus, que precisamos ser valorizados. Precisamos olhar com mais carinho para o que é nosso’’, declarou.

    Reconhecimento

    Até o momento, “O Caso Tucumã’’ foi indicado para dois festivais nacionais e aguarda a resposta de outros, mas o sentimento dos produtores é de gratidão.

     “É muito difícil filmes amazonenses participarem de festivais que não sejam regionais, e vindo de uma oficina, é incrível que tivemos esse resultado, ainda mais em meio à fase complicada que o cinema brasileiro passa’’, conta Thiago.

     O curta-metragem tem previsão para ser apresentado dia 19 de junho, Dia do Cinema Brasileiro, no Museu Amazônico, com entrada gratuita. As atualizações sobre a exibição pública podem ser acompanhadas pelas redes oficiais.

    Comentários