Fonte: OpenWeather

    'Fica na Rede, Maninho'


    Edital para atividades artísticas virtuais é lançado no Amazonas

    “Fica na Rede, Maninho” está disponível para consulta pública no Portal da Cultura

    | Foto: Daniel Rodrigues/Secom

    Manaus - A Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, lançou, na terça-feira (24), o edital de Seleção de Propostas para Realização de Atividades Artísticas de Conteúdo Virtual, o “Fica na Rede, Maninho”. O objetivo é estimular a difusão de produções artísticas e de ações de capacitação durante o momento de crise ocasionado pelo novo coronavírus. O documento está disponível para consulta pública na aba “Editais”, do Portal da Cultura.

    Com a suspensão de eventos e do fechamento dos espaços culturais, o edital é uma das ações imediatas do Governo para minimizar o impacto no cenário cultural, proporcionando conteúdo para que o público possa consumir em casa. Serão selecionadas até 300 propostas de conteúdo virtual, divididas em três lotes, nos meses de abril, maio e junho.

    “O edital abrange vídeos nas áreas de Artes Cênicas, Música, Artes Visuais, Audiovisual, Formação/Capacitação e Literatura. Esta última categoria também abrange obras digitais que podem ser disponibilizadas acompanhadas de um vídeo do autor”, afirma o secretário de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz.

    Cada proponente poderá inscrever até três propostas, uma para cada lote. O artista ou produtor cultural é responsável pela elaboração, inscrição e realização dos projetos apresentados. Poderão se inscrever pessoas físicas, maiores de 18 anos, nascidos e/ou residentes do Estado do Amazonas.

    | Foto: Daniel Rodrigues/Secom

    O documento ficará disponível para consulta pública até a próxima quinta-feira (26), e as sugestões do público podem ser enviadas para o e-mail [email protected]

    Sobre os projetos 

    Artistas e produtores culturais poderão apresentar vídeos de performances de circo, dança, teatro, entre outros ligados às Artes Cênicas; de apresentações musicais; processos criativos ligados às artes plásticas, e também de exposições, instalações, grafite, fotografia, desenhos, pintura, esculturas, objetos, videoarte e artes gráficas; vídeos de narração de histórias e lendas, leitura dramatizada, performances literárias, recitais poéticos, declamação de poemas de cordel, dentre outros; e produções de curta-metragens de ficção e documentário.

    Na categoria Literatura poderão ser inscritas obras em PDF das obras, como e-books, HQs, Fanzine, que devem ser acompanhadas de vídeos do autor apresentando seu processo criativo e sinopse.

    Já na categoria Formação/Capacitação, os vídeos poderão abranger conteúdo teórico e/ou prático nas áreas de artes cênicas, visuais, literatura, audiovisual, arte digital, design, moda, cultura alimentar, expressões culturais populares, afro-brasileiras, indígenas e oriundas de comunidades tradicionais e de economia criativa; além de vídeos com tutoriais da área de suporte técnico das artes como: cenógrafo, maquiador, iluminador, técnico de som, dentre outros

    Os vídeos deverão estar publicados no Youtube ou em repositórios digitais (Dropbox, Google Drive), ter no máximo 60 minutos e estar no formato MP4 ou similares. O conteúdo deverá ser gravado na melhor definição possível, em formato horizontal, e o link do vídeo deverá estar no corpo da proposta apresentada. O edital também define que a legenda do conteúdo contenha a hashtag #FicaNaRedeManinho.

    Veiculação 

    O edital propõe que os links dos projetos selecionados sejam disponibilizados no Portal da Cultura e aplicativo após a publicação do resultado final de cada lote. Os vídeos também serão disponibilizados na TV Encontro das Águas em programa com o nome do projeto, #FicaNaRedeManinho, de acordo com a grade de programação do canal.

    Já as obras literárias enviadas cujos projetos forem selecionados serão disponibilizadas na Biblioteca Virtual do Amazonas.

    *Com informações da assessoria

    Comentários