Fonte: OpenWeather

    Live


    Cristiane Torloni e Márcia Novo juntas em prol dos povos indígenas

    Christiane Torloni e Márcia Novo fazem uma live neste domingo (26) em prol bjetivo de arrecadar recursos para minimizar os efeitos da pandemia do coronavírus entre povos indígenas

    A live acontece a partir das 17h
    A live acontece a partir das 17h | Foto: Divulgação

    Uma atriz de renome nacional e uma das maiores cantoras do Amazonas. Juntas, Christiane Torloni e Márcia Novo farão uma live neste domingo (26), no instagram @christorloni, às 17h (horário de Brasília). A ação tem o objetivo de arrecadar recursos para minimizar os efeitos da pandemia do coronavírus entre povos indígenas e populações tradicionais do Amazonas. 

    “O apoio da Christiane Torloni e da Márcia Novo traz uma mensagem especial de duas mulheres que conhecem de perto a realidade e a alma da Amazônia e do Brasil. São vozes que falam da essência das nossas utopias e dos desafios dos nossos fazimentos em prol dos povos indígenas, populações tradicionais e demais segmentos que merecem atenção especial”, afirmou o superintendente geral da FAS,  Virgílio Viana.

    Segundo dados do G1 Amazonas, o estado tem hoje a maior incidência de casos da Covid-19 em relação ao total da população. São 521,16 casos para cada 1 milhão de habitantes. Essa situação é mais vulnerável entre populações tradicionais e comunidades indígenas que moram em locais remotos sem internet, sem informação, sem médicos. 

    Por isso, a “Aliança dos Povos Indígenas e Populações Tradicionais e Organizações Parceiras do Amazonas para o Enfrentamento do Coronavírus” está disseminando e estimulando a adoção de boas práticas para reduzir os riscos de contágio, oferecendo produtos básicos para 19 mil famílias (rurais e urbanas) e estabelecendo condições mínimas de atendimento remoto e transporte de pacientes graves.

    Ajuda às populações isoladas já tiveram início 

    No último sábado, dia 18, profissionais da FAS deslocaram-se até a Comunidade Terra Preta, na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Puranga Conquista, para entregar 39 cestas básicas. Para evitar contato com os moradores, os membros da FAS deixaram as cestas no porto da comunidade para serem resgatadas pelos moradores posteriormente. Desde a saída do Porto de Manaus até a chegada na comunidade, distante 1h30 da capital, a equipe usou máscaras de proteção e álcool em gel como determinam os protocolos internacionais de prevenção ao vírus. Outras ações de distribuição de cestas básicas e distribuição de kits de higiene estão sendo organizadas, com apoio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente do Amazonas. 

    Como ajudar?

    Para contribuir com ações de prevenção e atendimento de saúde para 19 mil famílias em comunidades remotas da Amazônia, apoie a “Aliança para o enfrentamento da crise do novo Coronavírus para as populações ribeirinhas e povos indígenas do Amazonas”, acesse welight.io/combate-covid-no-am. A aliança é coordenada pela FAS e tem a participação de 41 instituições públicas, privadas e da sociedade civil.

    Quem são os membros

    Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab), Conselho Nacional das Populações Extrativistas (CNS), Fundação Amazonas Sustentável (FAS), Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro (Foirn), Fundação Rede Amazônica (FRA), Instituto Amigos da Amazônia, Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Secretaria de Estado de Saúde (Susam), Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVA), Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado (FMT), Fundação Nacional do Índio (Funai) Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Aliança de Bioeconomia da Amazônia (ABio), Fundação Universidade Aberta da Terceira Idade (Funati), Faculdade Nilton Lins, Prefeitura de Carauari, Itapiranga, Nova Olinda do Norte, Tefé, Uarini, Iranduba, Manicoré, Fonte Boa e Novo Aripuanã. Central de Usuários e Moradores da Reserva Amanã (Camura), Associação Agroextrativista das Comunidades da RDS do Uatumã (AACRDSU), Central das Associações Agroextrativistas de Democracia (CAAD), Associação dos Produtores Agroextrativistas da Floresta Estadual de Maués do Rio Parauari (Aspafemp), Associação das Comunidades Sustentáveis do Rio Negro (ASCRN), Associação de Moradores e Entorno da Rds Piagaçú-Purus (Amepp), Associação de Povos e Comunidades Tradicionais da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Puranga Conquista (APCT-RDS Puranga Conquista), Associação dos Moradores Agroextrativistas do Rio Gregório (Amarge), Associação dos Moradores e Amigos da RDS do Juma (Amarjuma), Associação dos Moradores e Usuários da Rds Canumã (Amurdesc), Associação dos Moradores e Usuários da Reserva Mamirauá - Antônio Martins (Amurmam), Associação dos Produtores Agroextrativista da RDS do Rio Madeira (Apramad) Marriott, Lojas Americanas e Natura.

    Comentários