Fonte: OpenWeather

    Maquiagem


    Modelo faz live com maquiadora especialista em pele negra

    Live ocorre no próximo dia 21 de agosto às 19h (horário de Manaus)

    Cassiane Barbora (à direita) e Bárbara Ribeiro (à direita)
    Cassiane Barbora (à direita) e Bárbara Ribeiro (à direita) | Foto: Divulgação

    Manaus - Cassiane Barbosa é a mais nova promessa de exportação amazonense para o mercado mundial de moda. Estudiosa sobre assuntos que envolvem esse cenário, a modelo resolveu chamar a maquiadora profissional Bárbara Ribeiro para falar sobre maquiagem para pele negra. O bate-papo será durante uma live transmitida pelo perfil @cassibarbosa, no Instagram, no próximo dia 21 de agosto às 19h (horário local) e 20h (horário de Brasília).

    “Desde que me tornei maquiadora de Cassiane no início do ano passado, entre um trabalho e outro trocamos muito mais que nossos trabalhos, mas discussões importantes sobre o mercado da beleza, dramas em comum e muito aprendizado, porém, sempre internamente”, explica a maquiadora Bárbara Ribeiro.

    Bárbara também é professora de Maquiagem, especializada em peles Negras pela escola Damata Make Up em São Paulo, que é a primeira escola para pele negra no Brasil e uma das maiores referências do país.

    "Essa especialização se deu no ano passado, mas o foco nesse tipo de pele foi definido desde o início da minha carreira profissional. Sendo uma mulher negra, sinto na pele e divido as dificuldades que esse público tem. Meu interesse, estudo e especialização veio como resposta a essas mesmas dificuldades em comum. Fazer beleza com qualidade para as mulheres negras é umas das minhas missões”, diz a maquiadora.

    Cassiane Barbosa recentemente assinou contrato com a Agência 40ºgraus Models. Sediada no Rio de Janeiro, a agência tem como scouter Sérgio Mattos, responsável por descobrir nomes como Gisele Bündchen.

    Para a modelo manauara, encontrar uma base para o seu tom de pele pele era um dos maiores problemas até conhecer marcas específicas para pele negra. “Ainda é difícil encontrar, pois são raras. São marcas e linhas criadas por mulheres pretas que partilham desta mesma dificuldade. Por isso, desenvolveram produtos e bases para os vários tons de pele negra”, explica a modelo.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Turnê de despedida do Skank em Manaus é adiada novamente

    Confira os filmes disponíveis na reabertura do Playarte Manauara

    Conheça o projeto que leva cinema a moradores de rua em Manaus


    Comentários