Fonte: OpenWeather

    MÚSICA


    Acará Disco: projeto de música eletrônica ganha canal no YouTube

    Os três episódios estão disponíveis no canal Acará-Disco no Youtube e estrelam pontos turísticos famosos da cidade

     

    | Foto: Divulgação

    A produção regional de Música Eletrônica é elemento principal do Canal Acará-Disco recém lançado no YouTube. Idealizado por Halley Santiago e Pedro Cacheado, o canal apresenta em qualidade cinematográfica, três Djs locais com sets autorais em uma trilogia de episódios gravada em pontos turísticos de Manaus.

    Produtor executivo e um dos idealizadores do Acará-Disco, o também Dj Pedro Cacheado afirma ser necessário expandir as produções musicais do estado. “O projeto quer apoio para expandir além da capital e, no futuro, para toda a Amazônia. A ideia é essa, estimular a produção da música eletrônica regional", disse o produtor que também responde pela produção executiva e planejamento do projeto.

    O primeiro episódio, intitulado Disco-Azul-Marrom, tem como cenário o majestoso Teatro Amazonas. Símbolo maior da cultura amazonense, foi inaugurado dia 31 de dezembro de 1896 no auge do Ciclo da Borracha e preserva até hoje grande parte da arquitetura e decoração originais. "O Teatro está entre os 10 melhores teatros do TripAdvisor. É um dos mais importantes teatros do Brasil e um dos mais belos do mundo", explica o proponente e produtor artístico do Projeto, DJ Halley Santiago.

    Quem se apresenta em frente ao imponente Teatro, reunindo um set de música eletrônica com produtores locais de grande expressão, é o Dj Halley Santiago. O Dj é amante das vertentes de house/techno. Seus sets orgânicos e melódicos trazem  uma seleção de músicas autorais dos produtores manauaras Ranura de la Selva, Litaiff, James Saboia, Mazzitelli e Alonso. 

    O segundo cenário é o icônico Relógio Municipal de Manaus, instalado no Parque da Matriz que vira pano de fundo para os sets da deejane/produtora musical Viviane Mendes, assinando como Guillerrrmo. A artista traz para o episódio ‘Disco- Castanho’, o seu projeto de acid house/techno iniciado em 2014, com influências de disco, electro, house e techno. 

    Os grooves orgânicos e batidas retas de Guillerrrmo são ilustradas neste episódio pela estrutura de quase 5 metros de altura de peças importadas da Inglaterra e Suíça e uma frase que nunca fez tanto sentido: “vulnerant omnes, ultma necat”. A tradução ao pé da letra diz: “todas ferem, a última mata”, significando que para tudo a um tempo de acabar, até mesmo a vida.

    Da cidade à natureza, o terceiro episódio traz as belas paisagens amazônicas como segundo plano para o episódio Disco-Azul.  O deejay/produtor musical Matheus Bessa, assinando como Bess Maze, é o protagonista. Gravado em um flutuante no Tarumã, o set de Bess Maze tem uma identidade musical forte dentro das variantes da house music,de atmosfera dançante e com vocais marcantes. 

    Os episódios estão disponíveis no canal intitulado ‘Acará-Disco’, no Youtube. “Queremos que as pessoas possam aproveitar esse mergulho sonoro em casa, enquanto não podemos nos aglomerar”, diz Halley Santiago. “Dedicamos essa obra às vidas perdidas na Pandemia COVID-19. Nossos reais sentimentos. Cuidemo-nos todos até o fim. Vai passar”, enfatiza Pedro Cacheado.

    O projeto Acará-Disco foi contemplado pelo Edital Concurso-Prêmio Manaus de Conexões Culturais - Lei Aldir Blanc com apoio do Governo Federal, Secretaria Especial de Cultura, Ministério do Turismo e Prefeitura de Manaus.

    *Com informações da assessoria


    Veja Mais

    May Seven e Gianni Petrarca lançam nova música 'Let Me Down'

    Residência artística 'coleta' sonhos noturnos

    Rock in Rio anuncia Iron Maiden, Megadeth e Sepultura para 2021


    Tags: DF Manaus Música
    Comentários