Fonte: OpenWeather

    Perda inestimável


    Após luta contra Covid-19, Zezinho Correa morre aos 69 anos

    A família do vocalista do grupo Carrapicho confirmou a informação em nota. Amigos e artistas lamentaram a perda de Zezinho Correa

     

    Zezinho Correa se tornou a representação do sucesso no cenário cultural amazonense através da música “Tic Tic Tac”
    Zezinho Correa se tornou a representação do sucesso no cenário cultural amazonense através da música “Tic Tic Tac” | Foto: Divulgação

    Manaus - O cantor Zezinho Correa, vocalista do grupo Carrapicho, não resistiu às complicações da Covid-19 e morreu na manhã deste sábado (6). Aos 69 anos, o artista deixou um legado inestimável na história da cultura amazonense. 

    Segundo notas divulgadas pela família do cantor durante o tratamento contra a Covid-19, Zezinho Correa estava internado há um mês, sendo transferido para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no início da luta contra a doença. 

    Nos últimos dias, o artista apresentou uma piora no quadro de saúde, e precisou utilizar sedação e ventilação mecânica por indicação de médicos. De acordo com exames divulgados na internação do cantor, ele estava com 50% a 75% do pulmão comprometido.

    O movimento Amigos do Garantido lamentou o falecimento de Zezinho Correa, e homenageou a vida do artista. "Zezinho foi um dos maiores ícones da música regional e nacional, levando as canções de compositores amazonenses para o mundo. Zé foi líder da Banda Carrapicho durante décadas e se projetou no cenário mundial com a música Tic Tic Tac , de composição do parintinense Braúlino Lima", informaram, em nota. 

    Através das redes sociais, artistas e amigos do artista também lamentaram a perda, relembrando a figura importante que ele representou para o estado. 

    "O mundo amanheceu mais triste, sem a voz, a alegria, o carisma e a simpatia de Zezinho Correa. Siga em paz no seu caminho de luz, meu amigo. Por aqui, você sempre será lembrado e amado", homenageou o compositor Torrinho. 

    Ainda durante o tratamento, Zezinho Correa precisou lidar com outras preocupações além da Covid-19: as fake news. Pelo menos em quatro ocasiões diferentes, a família do artista precisou se pronunciar contra informações mentirosas para o estado da vítima, divulgadas em portais locais e grupos de WhatsApp. 

    Zezinho Correa se tornou a representação do sucesso no cenário cultural amazonense através da música “Tic Tic Tac”, da banda Carrapicho, que ganhou projeção nacional e internacional. O grupo ainda vendeu mais de 15 milhões de discos em todo o mundo, especialmente na França.

    Leia mais:

    Assessoria desmente nova 'fake news' sobre morte de Zezinho Corrêa

    Covid: Segue a luta de David Assayag, Zezinho Correa e Marcia Siqueira

    'Volta Zezinho': movimento manda energia positiva para o cantor

    Comentários