Fonte: OpenWeather

    Furacão do Boi


    ‘Queria que eu continuasse seu legado', diz Klinger Júnior sobre o pai

    Seguindo os passos do pai Klinger Araújo, o artista Klinger Júnior almeja grandes feitos como cantor

     

    O filho tem o pai, Klinger Araújo, como inspiração na carreira
    O filho tem o pai, Klinger Araújo, como inspiração na carreira | Foto: Reprodução/Instagram

    Manaus – Desde a infância, Klinger Júnior acompanhou de perto a carreira de cantor e levantador de toadas do pai. Hoje, aos 30 anos, o artista segue os passos e mantém forte o legado de Klinger Araújo, o “Furacão do Boi” – um desejo que ele expressou em vida.

    Klinger Júnior contou que começou a cantar bem jovem, aos sete anos, e sempre acompanhado do pai. A parceria permaneceu, inclusive, quando o cantor lançou a própria carreira, em 2019, como cantor oficial do Boi Manaus.

    Na ocasião, o cantor foi selecionado, com 197 pontos, como um dos artistas para a programação do Boi Manaus 2019, evento da Prefeitura de Manaus que celebra o aniversário da cidade.

     

    O artista conta como começou nos palcos
    O artista conta como começou nos palcos | Foto: Divulgação

    Na audição, Klinger Júnior se destacou entre os candidatos e foi um dos mais bem pontuados, ao lado de Vanessa Alfaia e Cézar Pinheiro. Após essa conquista, o cantor abriu a programação da festa tradicional.

    “Meu pai sempre me incentivou, sempre me deu forças. Para ele, era uma grande felicidade eu ser cantor e continuar o legado dele. Sempre me disse isso. Graças a Deus, consegui mostrar para ele isso ainda em vida”, compartilhou.

    Planos para o futuro

    Apesar dos empecilhos que a pandemia de Covid-19 trouxe em todos os setores, Klinger Júnior revelou que os planos musicais prometem.

    De acordo com o cantor, um projeto para a gravação e lançamento de um CD nas plataformas digitais já está encaminhado, e deverá ser colocado em andamento assim que a situação permitir.

     

    O pai era o grande incentivador da carreira
    O pai era o grande incentivador da carreira | Foto: Reprodução/Instagram

    “Acredito que duas ou três músicas do meu pai irão fazer parte do CD, as mais famosas dele. Além disso, temos alguns lançamentos também. Um lançamento meu, e algumas composições do meu pai, que ele nunca lançou e estavam guardadas”, afirmou.

    Klinger Júnior também revelou que o CD deve ser composto, em média, por oito ou dez músicas. “O plano é começar um trabalho mais digital, por enquanto, por causa dessa pandemia. Esperar um pouco e começar a divulgar esse trabalho, fazer um videoclipe com uma música e lançar”.

    Todo esse trabalho, de acordo com o cantor, significa muito não só no âmbito profissional, mas também pessoal.

    “É muito emocionante. É também muito importante, algo muito sério, pois somente ser um artista, já é algo que tem muita importância. E seguir o legado de uma pessoa, principalmente um pai, de tudo que ele foi, do que ele ainda é, do que ele representa, é muito sério, tem que ser levado a sério”.

     

    Klinger já possui projetos na música para 2021
    Klinger já possui projetos na música para 2021 | Foto: Reprodução/Instagram

    “O trabalho tem que ser feito com muito profissionalismo, com muito amor, como tudo o que ele fazia, como ele era, e é muito importante para mim, apesar de toda a emoção que eu sinto, quando eu canto as músicas e quando eu toco a flauta dele. É muito gratificante e fico feliz de poder fazer isso”.

    Festival Folclórico de Parintins

    Assim como todo cantor de boi, um dos sonhos de Klinger Araújo é se tornar um dos itens oficiais do Festival Folclórico de Parintins, mas mesmo nesse objetivo, ele não perde a humildade. "Com certeza, mas vamos trabalhando devagar, que se for a vontade de Deus, tudo vai dar certo". 

    Nos planos a longo prazo, o cantor também leva a influência do pai. "Daqui uns anos espero ter meu trabalho consolidado, CD lançado, e espero que os meus sonhos tenham apoio das pessoas. No cenário musical é isso, ter um reconhecimento, popularidade em um trabalho honesto e sério, respeitando o próximo. Meu pai sempre me ensinou isso, a humildade. Se a gente tem humildade, a gente vai longe", finalizou. 

    Leia mais:

    Caprichoso mantém tema de 2021 ‘Terra: Nosso Corpo, Nosso Espírito'

    Boi Caprichoso empolga em live de fim de ano

    Torcidas de bumbás de Parintins se unem para arrecadar doações no AM

    Comentários