Fonte: OpenWeather

    THE VOICE BRASIL


    Amazonense Maria Celestina não avança para próxima fase no The Voice +

    Artista disputava no time de Mumuzinho e emocionou os técnicos com o samba "A Voz do Morro", de Zé Keti, para avançar as semifinais do reality

     

    A miss terceira idade soltou a voz em ritmo de samba, deixando até mesmo Claudia Leitte encantada
    A miss terceira idade soltou a voz em ritmo de samba, deixando até mesmo Claudia Leitte encantada | Foto: Reprodução/Globo

    MANAUS - A cantora amazonense, Celestina Maria, não avançou de fase no The Voice + deste domingo (20). Sendo uma das favoritas entre os manauaras para o programa, a artista emocionou os técnicos com o samba "A Voz do Morro", de Zé Keti, para avançar às semifinais do reality.

    O programa deste domingo começou com o Time Mumuzinho e a manauara Celestina Maria, de 79 anos, abriu a edição.  A miss da terceira idade soltou a voz em ritmo de samba, deixando até mesmo Claudia Leitte encantada. "Ela traz toda essa coisa lúdica e consegue cantar e dançar sem ficar ofegante ou mostrar cansaço", disse.

    Apesar dos elogios, Mumuzinho escolheu as vozes de Geraldo e Renato Castelo  para seguirem para a semifinal. Dona Celestina e Teresa deixaram o reality.

    Carinho manauara 

    Na internet, brasileiros e principalmente manauaras aproveitaram o momento para deixar mensagens de carinho à cantora, conhecida como Dona Celestina. Por meio das redes sociais, internautas se apaixonaram pela voz da amazonense. "A Dona Celestina é uma diva, né? Que mulher incrível", disse um deles. "Vem Dona Celestina, estamos orgulhosos da senhora. De Manaus pro mundo", agradeceu outro.

    No momento da decisão, Mumuzinho também deixou uma mensagem por meio do Twitter para ambas as candidatas que foram eliminadas hoje. "Dona Celestina e Tereza Cristina, duas mulheres incríveis que eu tive a honra de ter no meu time. A competição acabou, mas nosso time segue junto sempre. Obrigado por compartilhar seus talentos comigo", afirmou.

    Leia mais

    Conheça Victor Venâncio, bailarino do Corpo de Dança do Amazonas

    Dia da Poesia: magia do cordel atravessa gerações

    Nova geração de poetas do Amazonas busca resgate da literatura

    Comentários