Fonte: OpenWeather

    Festivais culturais do Amazonas


    Festivais no Amazonas encantam por riqueza e diversidade

    Em Tempo lista os principais festivais do Amazonas, eventos que têm a Amazônia como pauta

     

    Os festivais exaltam a cultura amazonense e são fontes de renda
    Os festivais exaltam a cultura amazonense e são fontes de renda | Foto: Divulgação

    Manaus - O estado do Amazonas é conhecido nacionalmente pelo Festival Folclórico de Parintins, que sempre encanta pela magia e exporta os talentosos artistas para trabalharem na confecção de alegorias em carnavais e outras festas do Brasil e do mundo. No entanto, há uma diversidade surpreendente de festas em outros municípios do interior, que celebram a cultura local sob diversos prismas e com várias temáticas. 

      Vários eventos, como a Festa da Laranja e a Festa do Cará, inspiram-se a partir do plantio de produtos agrícolas e frutas que movimentam a economia da cidade. Outras festas, como o Festival da Canção de Itacoatiara e o Festival de Ciranda de Manacapuru, são grandes celebrações da cultura e da música, apresentando compositores e intérpretes para o grande público.  

    Nas festas do interior, as cidades podem mostrar a cultura da região, além de oferecerem lazer à população. Além disso, os eventos atraem o turismo e movimentam a economia regional, mostrando as belezas e riquezas dos municípios do Estado.

      EM TEMPO preparou uma lista de algumas das principais festas que movimentam o interior do Amazonas.  

    Festival de Parintins

    Conhecido como uma das maiores manifestações culturais do mundo, o festival acontece no município de Parintins. A centenária disputa entre os bois Garantido e Caprichoso atrai milhares de turistas anualmente para a ilha tupinambarana.

    Ao longo de três noites os bois se revezam na arena do bumbódromo, durante duas horas e 30 minutos por noite, para recriar o Auto do Boi-Bumbá.

    O espetáculo é regido por uma temática anual que cada agremiação apresenta, dividida em três subtemas, um para cada noite.

    As apresentações exaltam a beleza e a riqueza da floresta, em uma verdadeira ópera amazônica a céu aberto. O festival é reconhecido como Patrimônio Cultural do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional

    Festival da Canção de Itacoatiara

    Criado na década de 1980, o Festival da Canção de Itacoatiara, mais conhecido como Fecani, é uma das maiores festas do município. O Festival é um dos últimos grandes remanescentes do formato dos ‘festivais de compositores’ das décadas de 60, 70 e 80. Em 36 anos, o Fecani já teve apresentações de grandes intérpretes e compositores da nossa música, como Cileno, Eliana Printes e Zezinho Correa. O Festival também já trouxe artistas nacionais como Victor e Léo, Wando, Calypso, Frejat e Jorge Aragão.

    Festival do Peixe Ornamental

     O Festival do Peixe Ornamental é a maior manifestação cultural do povo de Barcelos  (distante 400 km de Manaus). No evento, as agremiações Cardinal e Acará-Disco se enfrentam em uma disputa que envolve elementos de dança e música da cultura indígena. O festival reforça a cultura de Barcelos e chama atenção para um dos destaques da economia local, que é a criação de peixe ornamental.

    O duelo acontece tradicionalmente em uma arena conhecida como "Piabódromo", com capacidade para oito mil pessoas, e já ocorre há mais de 20 anos. O evento já recebeu artistas nacionais como Marília Mendonça, Leo Magalhães, Wesley Safadão e Guto Lima.

    Festa da Laranja de Rio Preto da Eva

    Conhecida pelo plantio de laranja, a cidade de Rio Preto da Eva (distante 78 km de Manaus) celebra a Feira da Laranja tradicionalmente entre os meses de julho e agosto. Além de trazer atrações musicais regionais e nacionais, a feira também incentiva os produtores de laranja do município, que tem acesso a crédito, insumos, recursos e novas tecnologias para sua produção. A parte de entretenimento da feira é um dos maiores eventos do ano, enquanto as vendas movimentam consideravelmente a economia.

    Festa do Cupuaçu

    Uma das grandes festas interioranas do Amazonas, a Festa do Cupuaçu é realizada num município amazonense que é turístico por excelência: Presidente Figueiredo, a 'Terra das Cachoeiras' (distante 107 km de Manaus). A festa é considerada a maior a acontecer no ano, e movimenta ainda mais o turismo da cidade, ocorrendo ao longo de três dias e permitindo que os visitantes conheçam tanto as famosas cachoeiras quanto frequentem os shows e conheçam a cidade. Artistas como Israel Novaes, Paula Fernandes, David Assayag e Grupo Revelação já tocaram na Festa do Cupuaçu.

    Festa do Guaraná

    A Festa do Guaraná comemora a época de colheita da fruta, principal fonte de renda do município de Maués (distante 356 km de Manaus). Normalmente realizada no ponto turístico da Ponta da Maresia, a festa atrai milhares de pessoas de Maués e da região, movimentando a cidade por três noites. Em edições recentes, artistas como Naiara Azevedo, Chiclete com Banana e a cantora amazonense Marcella Bártholo.

    Festa do Sol

    A Festa do Sol de Lábrea (localizada a 700 km de Manaus) é um festival de praia que celebra o verão amazônico, é o maior evento de entretenimento de turismo do município. Além de atrações nacionais e regionais, como Marília Mendonça e Maiara e Maraísa, a Festa do Sol também tem desfile de trajes típicos e a escolha do Garoto e da Garota do Sol.

    Festa do Cacau

    A Festa do Cacau de Urucurituba (distante 218 km de Manaus) é outra comemoração que celebra o ciclo de colheita de uma cidade amazonense, que é movida economicamente pelo cacau. A festa já é tão tradicional no município que foi construído um local para que possa ser realizada com toda a exuberância: o Cacauódromo de Urucurituba. Atrações nacionais já abrilhantaram a festa,  como Paulo Ricardo, Amado Batista e o grupo de pagode Pixote. 

    Festa do Peixe-Boi

    O Eco Festival do Peixe-Boi de Novo Airão (distante 180 km de Manaus) foi criado no fim dos anos 1980, com o objetivo de destacar a preservação da biodiversidade local, focando principalmente na preservação do peixe-boi, que tornou-se uma espécie com risco de extinção pela pesca predatória.

    Uma das grandes atrações da festa é a apresentação das duas agremiações de ‘peixes-boi’: Peixe-Boi Jaú e Peixe-Boi Anavilhanas, batizados em nome das duas grandes reservas ecológicas do município: a Estação Ecológica de Anavilhanas e Parque Nacional do Jaú. 

    Festa do Leite de Autazes

    A Festa do Leite de Autazes (distante 108 km de Manaus) foi criada há 25 anos para celebrar a enorme produção de leite do município, que chega a 12 milhões de litros por ano. A festa conta com diversas atividades relacionadas ao leite, como degustação de leites, queijos e laticínios, além da venda de produtos lácteos produzidos na cidade. Artistas regionais como Guto Lima, Uendel Pinheiro e Wanderley Andrade costumam se apresentar na festa.

    Festa da Melancia

    A Festa da Melancia de Manicoré (390 km da capital) é considerada a maior comemoração cultural da cidade. Conhecida como ‘Terra da Melancia’, Manicoré celebra a festa há 28 anos em alusão à fruta, que é o maior lastro econômico da cidade, junto ao plantio de banana e produção de farinha de mandioca. A festa sempre ocorre no fim de setembro, trazendo turistas que vão conhecer as belezas naturais e os pontos turísticos da cidade, como os Balneários de Atininga.

    Festival de Ciranda

    Manacapuru, localizado na Região Metropolitana de Manaus, ficou conhecido como a “Terra da Ciranda”. O festival  da Ciranda que atrai milhares de turistas anualmente é maior festival de cirandas do estado. As agremiações Flor Matizada, Guerreiros Mura e Tradicional se apresentam em três noites de evento, sendo uma em cada noite.

    Leia mais:

    Espaços culturais voltam a receber público expressivo no Amazonas

    Festa Nossa Senhora do Carmo começa com círio fluvial em Parintins

    Histórias Ribeirinhas: corpo é 'emprestado' para inaugurar cemitério

    Comentários