Fonte: OpenWeather

    Seleção


    Defensoria Pública divulga resultado de seleção de estagiários autista

    Aprovados na seleção têm até a próxima segunda-feira (8) para entregar à DPE-AM a relação de documentos necessários

    As bolsas mensais são no valor de R$ 946,20 ao aprovado com formação de nível superior e R$ 499,98 aos de nível médio. | Foto: Divulgação

    Manaus - A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) está convocando os aprovados no Processo Seletivo de estagiários voltado a pessoas com Transtorno do Espectro Autista. Os aprovados na seleção têm até a próxima segunda-feira (8) para entregar à DPE-AM a relação de documentos necessários para formalizar o termo de estágio.

    O resultado do seletivo que oferecia cinco vagas, sendo quatro para nível médio e uma para nível superior, está disponível em www.defensoria.am.gov.br/editais. As bolsas mensais são no valor de R$ 946,20 ao aprovado com formação de nível superior e R$ 499,98 aos de nível médio.

    Após a análise de documentos e entrevista com os candidatos realizadas por uma equipe multidisciplinar formada por neuropedagoga, psicóloga e assistente social, três jovens foram aprovados para estagiar na Defensoria. A seleção levou em consideração a compatibilidade do perfil do inscrito com as atividades a serem desempenhadas na Defensoria. 

    Os aprovados devem comparecer à Coordenadoria de Estágio da DPE-AM, localizada na Casa da Cidadania, na rua Celetra, nº 2, casa 7, conjunto Celetramazon, bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul de Manaus.

    No horário das 9h às 13h, o selecionado deve entregar: duas fotos 3x4, declaração de matrícula emitida pela instituição de ensino (original e cópia), Certidão de Antecedentes Criminais Estadual e Federal, currículo; duas cópias e original da Carteira de Identidade, do CPF, do Cartão Bradesco e do Comprovante de residência.

    Os candidatos portadores de necessidades especiais também deverão apresentar laudo médico atestando a espécie, o grau ou o nível da deficiência, com referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença (CID).

    Para a defensora pública Flávia Lopes, coordenadora do projeto Nosso Coração Também é Azul, que aborda o autismo na DPE-AM, a iniciativa é pioneira.

    “O projeto é de imensa importância, pois é inovador no Amazonas. Tendo em vista, principalmente, o fato de termos saído do mero discurso para atuar de maneira prática na inclusão do autista, que vai contribuir para o serviço público com a sua experiência. Não é uma mera seleção de estagiários, há toda uma carga especial nesse processo de acolhimento, de ineditismo e de sensibilização. Estamos muito felizes e ansiosos com o início das atividades por parte dos estagiários”, comentou.

    Leia Mais

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Concorra a bolsas para desenvolver projetos na China com tudo pago

    Participou do concurso da PRF? 1 mil aprovados serão nomeados

    Comentários