Fonte: OpenWeather

    Processo seletivo


    IBGE lança edital para 2,6 mil vagas com salários de até R$ 3,1 mil

    Para o Amazonas são 67 vagas, sendo 28 para Coordenador Censitário Subárea e 39 para Agente Censitário Operacional

    As inscrições acontecem de 25 de setembro a 15 de outubro de 2019 | Foto: Divulgação

    O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publicou nesta quarta-feira (25), o edital 
    do processo seletivo simplificado para o preenchimento de 2.658 vagas temporárias para a realização do Censo Demográfico 2020. Para o Amazonas são 67 vagas, sendo 28 para Coordenador Censitário Subárea (CCS) e 39 para Agente Censitário Operacional (ACO). 

    As inscrições acontecem de 25 de setembro a 15 de outubro de 2019 e serão feitas pela internet, no site da Fundação Getúlio Vargas, banca organizadora do concurso. As provas estão previstas para 8 de dezembro.

    Há vagas em 21 municípios do Amazonas e as remunerações mensais previstas são de R$ 3.100,00 para Coordenador Censitário Subárea (CCS) e de R$ 1.700,00 para Agente Censitário Operacional (ACO).

    Os candidatos a Coordenador Censitário Subárea (CCS) devem ter nível superior em qualquer área de conhecimento e Carteira Nacional de Habilitação definitiva ou provisória, dentro do prazo de validade, no mínimo para a categoria B. A função de Agente Censitário Operacional (ACO) exige escolaridade de nível médio.

    De acordo com a legislação em vigor e as normas do edital, as pessoas com deficiência (PcD) terão direito ao mínimo de 5% das vagas e as pessoas pretas ou pardas (PPP), a 20%.

    As vagas

    As 28 vagas para Coordenador Censitário Subárea (CCS) estão disponíveis para os municípios de Autazes, Boca do Acre, Carauari, Careiro, Coari, Eirunepé, Fonte Boa, Guajará, Humaitá, Itacoatiara, Lábrea, Manacapuru, Manaus (8 vagas), Manicoré, Maraã, Parintins, Presidente Figueiredo, São Gabriel da Cachoeira, São Paulo de Olivença, Tefé e Urucará. Já as 39 vagas para Agente Censitário Operacional (ACO) estão disponíveis apenas para Manaus.

    A jornada de trabalho de ambas as funções será de 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias. Os contratados terão direito aos auxílios Alimentação, Transporte e Pré-escolar, além de férias e 13º salário proporcionais, de acordo com a legislação que regulamenta este tipo de contratação.

    O período máximo da contratação é de 12 (doze) meses, podendo ser prorrogado de acordo com a Lei nº 8.745/93. Os contratos terão vigência de 30 (trinta) dias, podendo ser sucessivamente prorrogados por igual período, de acordo com a necessidade do trabalho e/ou disponibilidade de recursos orçamentários. O desempenho dos contratados será avaliado mensalmente.

    *Com informações da assessoria

    Comentários