Fonte: OpenWeather

    Concurso Público


    TCE-AM anuncia concurso público para até 150 vagas

    Presidente TCE-AM, conselheiro Mario de Mello, anunciou que o órgão realizará certame com vagas para Procuradoria Geral Jurídica

    | Foto: Divulgação

    MANAUS - Com expectativa de até 150 vagas, o presidente do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), conselheiro Mario de Mello, anunciou, neste domingo (29), durante uma live no Instagram, que o TCE realizará um concurso público com vagas para Procuradoria Geral Jurídica da Corte de Contas - voltado para os profissionais da área de direito -, além das outras já anunciadas para nível superior.

    "Já conversei com o governador Wilson Lima e ele irá enviar para a Assembleia um projeto para alterar a Constituição do Estado e autorizar a criação da Procuradoria Jurídica no Tribunal de Contas", explicou o conselheiro Mario de Mello.

    Atualmente, o TCE-AM é representado judicialmente pela Procuradoria Geral do Estado (PGE), mas a iniciativa do presidente do Tribunal prevê a criação de uma Procuradoria Jurídica própria.

    A partir da criação da estrutura organizacional será realizado um concurso público, previsto para até o final deste ano, com cargos para procuradores e auxiliares.

    O concurso público já anunciado pelo TCE-AM que será conduzido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) abrangerá as vagas para Procuradoria Jurídica e para demais cargos de nível superior.

    A estimativa é de que sejam ofertadas vagas para:

     Auditor técnico de controle externo – auditoria governamental, auditor técnico de controle externo – auditoria de obras públicas, auditor técnico de controle externo – tecnologia da informação; e auditor técnico de controle externo – Ministério Público de Contas.

    Vagas

    Durante a live, o presidente do TCE-AM reafirmou a realização do concurso público para provimento de cargos no Tribunal e deu uma estimativa de número de vagas.

    "Continue estudando! Nossa expectativa é um concurso para, no mínimo, 150 vagas, mas temos uma demanda de 304 servidores. Além de realizar o concurso, irei nomear todos na minha gestão ainda. Não há força humana que me faça retroceder", disse.

    Segundo ele, a previsão é que as provas sejam realizadas no final deste ano ou até o início de 2021. "Tenho muita fé em Santa Clara e, se Deus quiser, iremos realizar o concurso ainda este ano. Meu compromisso e meu objetivo é fazer este concurso este ano", afirmou o conselheiro Mario de Mello.


    Comentários