Fonte: OpenWeather

    EDUCAÇÃO


    Bolsa Universidade seleciona quase 19 mil candidatos em Manaus

    Classificados na primeira fase do programa terão entre os dias 4 e 7 de dezembro para entregar documentos na sede da Espi, no Parque das Laranjeiras, Zona Centro-Sul da capital

    Ao todo, mais de 28 mil vagas foram ofertadas nesta edição do Bolsa Universidade | Foto: Divulgação

    Manaus - A Prefeitura de Manaus divulgou, na tarde desta quarta-feira (28), a lista da primeira chamada dos classificados para o programa Bolsa Universidade de 2019. As inscrições iniciaram no dia 12 de novembro e finalizaram na manhã da última segunda-feira (26) e, ao todo, 18.983 candidatos foram classificados na primeira chamada do programa. A lista de classificados pode ser acessada aqui.

    A confirmação das inscrições deve ser feita entre os dias 4 e 7 de dezembro, na sede da Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), localizada no campus da Universidade Nilton Lins, no conjunto Parque das Laranjeiras, bairro Flores, na Zona Centro-Sul da capital. De acordo com a diretora da Espi, Stela Cyrino, cerca de 28.329 bolsas integrais (100%) e parciais (75% e 50%) foram ofertadas para pessoas de baixa renda nesta edição do programa.

    "Proporcionalmente, o número de candidatos que se inscreveram aumentou do ano passado para cá, quando nós oferecemos cerca de 16 mil vagas, e esse ano são 28 mil. Para nós, isso é um termômetro, porque mostra que há um grande segmento da sociedade que não consegue acessar às universidades públicas, e a Prefeitura está lá para dar uma oportunidade ao cidadão para que ele tente uma vaga em uma instituição particular de ensino. Consequentemente, vai existir mão de obra qualificada para o mercado da cidade", completa a gestora.

    Confira a entrevista com a diretora geral da Espi


    Edição 2019

    Na edição deste ano, 14 instituições de ensino superior foram credenciadas para a oferta das bolsas do programa. Para concorrer à bolsa, o candidato deve ser brasileiro, nato ou naturalizado, residente em Manaus, com renda familiar per capita não superior a um salário mínimo e meio, e estar regularmente matriculado ou apto a se matricular em uma das instituições credenciadas no programa.

    Ainda segundo Stela Cyrino, é importante que os classificados na primeira chamada confirmem as suas inscrições assim que, de fato, iniciar o prazo. Todos os documentos estão no edital do programa, que pode ser acessado no Portal da Espi

    "Se os classificados não se apresentarem e não confirmarem as suas inscrições, a vaga será perdida automaticamente. Elas voltam para a Espi, para serem disponibilizadas na segunda chamada, que será no dia 10 de dezembro", completou a gestora.

    Leia mais

    PRF abre concurso para policial rodoviário com vagas para o Amazonas

    Prefeitura de Manaus está com as contas de 2016 em dia, aponta CMM

    Aplicativo tem mais de 2 mil solicitações de serviços de iluminação

    Comentários