Fonte: OpenWeather

    Venezuelanos


    Em Manaus, ONU promove fórum de empregabilidade para refugiados

    Objetivo é mobilizar o setor privado para apoiar a resposta humanitária do país à chegada de venezuelanos. Evento ocorre no dia 26 de julho.

    Objetivo do fórum é mobilizar o setor privado para apoiar a resposta humanitária do país à chegada de venezuelanos. | Foto: ACNUR/João Paulo Machado

    Manaus - A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e a Rede Brasil do Pacto Global promovem em Manaus (AM), no próximo 26 de julho, o Fórum Empresarial de Empregabilidade e Empreendedorismo para Refugiados e Migrantes. Evento vai esclarecer dúvidas sobre a contratação de estrangeiros no Brasil. Objetivo é mobilizar o setor privado para apoiar a resposta humanitária do país à chegada de venezuelanos.

    Inédito na capital amazonense, o fórum será realizado na sede da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), das 9h às 12h. As inscrições são gratuitas — inscreva-se clicando aqui.

    Durante o evento, especialistas vão discutir a inserção laboral de refugiados e migrantes sob a ótica da integração social. A inclusão dessa população no mercado de trabalho será abordada como uma oportunidade de crescimento e diversificação da economia local.

    O Amazonas é o estado do Brasil com o terceiro maior número de solicitações de refúgio, segundo a Polícia Federal. Até o final de abril de 2019, a unidade federativa contava mais de 16 mil requerimentos de venezuelanos para o reconhecimento da condição de refugiado.

    O fórum contará com a participação de representantes da FIEAM, da Agência da ONU para os Refugiados, da Rede Brasil do Pacto Global, do poder público, da sociedade civil e de empresas privadas.

    Lançamento de plataforma sobre boas práticas corporativas

    Um dos destaques do evento será o lançamento regional da plataforma Empresas com Refugiados, uma iniciativa da Rede Brasil do Pacto Global e do ACNUR. O projeto reúne boas práticas de empresas que promovem oportunidades de trabalho e de empreendedorismo para refugiados e migrantes.

    Para sensibilizar a comunidade empresarial do Amazonas, representantes do setor privado vão compartilhar as suas experiências no Painel de Boas Práticas, que apresentará casos de sucesso de companhias de todo o Brasil envolvendo a inclusão de refugiados.

    Além da FIEAM, também apoiam a realização do fórum o Serviço Jesuíta a Migrantes e Refugiados Brasil, a Cáritas Arquidiocesana de Manaus, a Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA) e o Projeto Hermanitos.

    * Com informações da assessoria de imprensa.

    Leia Mais 

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Virada Sustentável Manaus ocupa a cidade com programação gratuita

    Conheça projetos que distribuem solidariedade aos latino-americanos

    Comentários