Fonte: OpenWeather

    Manaus 350 anos


    Imersão na Amazônia com novo hotel de selva no Amazonas

    Amazon Tupana Jungle Lodge, perto de Manaus para dormir, é garantia de uma experiência que atrai viajantes do mundo todo

    O hotel está localizado na margem esquerda do rio Tupana, distante 178 quilômetros de Manaus | Foto: Rebeca Mota

    Manaus - A melhor forma de conhecer a Amazônia é hospedar-se na floresta. Dormir e acordar ao som da natureza, comer peixes frescos e frutas colhidas da floresta, fazer passeios diurnos e noturnos pelo rio ou no meio da mata em busca de plantas impressionantes e animais selvagens. Esta é a proposta do novo hotel de selva do Amazonas, o Amazon Tupana Jungle Lodge que aposta na experiência de imersão na Floresta Amazônica para atrair turistas nacionais e estrangeiros.

    Localizado a margem esquerda do rio Tupana, distante 178 quilômetros de Manaus, o hotel recebe os visitantes que chegam de voadeira e oferece conforto e tranquilidade aos que desejam escapar da correria do dia a dia. Sem sinal de telefone, nem internet, o lugar é ideal para ficar offline por alguns dias.

    O hotel conta com três tipos de acomodação: standard (com ventilador e banheiro privativo frente para jardim), superior (com ventilador, cadeira ratan, banheiro e varanda privativa com vista para Rio Tupana) e bangalô (com ventilador, cadeira ratan, banheiro e varanda privativa com vista para floresta).

    O espaço oferece conforto e tranquilidade para quem deseja escapar da correria do dia a dia e entrar em contato com a natureza.
    O espaço oferece conforto e tranquilidade para quem deseja escapar da correria do dia a dia e entrar em contato com a natureza. | Foto: Rebeca Mota

    O lodge conta com um total de 14 apartamentos, recepção, sala de jogos, redário, restaurante com serviço buffet e programações na floresta, sendo que nosso grande atrativo é o pernoite na selva, em que o cliente dorme em rede com mosquiteiro em plena selva e ajuda a preparar seu próprio jantar. A capacidade do espaço varia de 50 a 60 pessoas.

    A proprietária e administradora, Conceição Khattab, 42, explica que os pacotes incluem transfer e pensão completa, com direito às três refeições principais, água mineral à vontade e ampla programação de passeios com guia bilíngue (focagem de jacaré, trilhas, pescaria, observação de pássaros, entre outros).

    Para chegar no hotel o hóspede segue numa van até o porto da Ceasa |
    Para chegar no hotel o hóspede segue numa van até o porto da Ceasa | | Foto: Rebeca Mota

    Para chegar no hotel o hóspede segue numa van até o porto da Ceasa, de onde segue de lancha para atravessar sobre o Encontro das Águas e chegar ao município de Careiro da Várzea (a 25 quilômetros de Manaus). De lá, embarca em outra van que seguirá pela BR-319, até o Rio Tupana, num trajeto de duas horas e 30 minutos. Por fim, em uma segunda voadeira segue para o hotel de selva. No caminho é possível a primeira visão abundante da Amazônia.

    “Aqui buscamos transmitir amor e harmonia. Os turistas, às vezes chegam estressados por conta da viagem. Mas, saem totalmente diferentes com a energia do local”, diz a gerente do hotel Tupana, Marcela Pereira.

    No hotel Tupana é possível ter contato contato com os animais silvestres
    No hotel Tupana é possível ter contato contato com os animais silvestres | Foto: Rebeca Mota

    Estrangeiros

    Ao mês, o hotel recebe uma média de 328 turistas. A maior demanda é para turistas estrangeiros. Segundo a gerente, o empreendimento já recebeu turistas alemães, franceses, italianos, belgas, japoneses, chineses e norte-americano.

    Turistas de vários países já desembarcaram no local
    Turistas de vários países já desembarcaram no local | Foto: Rebeca Mota

    O guia turístico do hotel Ottnan Miranda destaca que a localidade é uma das primeiras coisas impressiona o turista. “Hoje você vê muitas pessoas falarem que a Amazônia está desmatada e com queimadas e quando os turistas chegam eles falam: cadê as queimadas? O hotel tem uma boa localização, o lugar é monitorado de preservação. A primeira coisa que encanta o turista é a paisagem, você chegar ao local e vê o que eles estão buscando: a Amazônia, paz, rio, paisagem, esse mundo diferente. E isso eles encontram no Tupana”, comenta.

    Os guias do Amazon Tupana assim como o Ottnan falam fluentemente outros idiomas. Otnam fala o português, espanhol, italiano, francês e o inglês. “Turismo é uma troca de informação e conhecimento. Você passa seu conhecimento e também aprende muitas coisas”, diz.

    Turismo de selva

    No primeiro semestre desse ano, desembarcaram no Amazonas 345 turistas.
    No primeiro semestre desse ano, desembarcaram no Amazonas 345 turistas. | Foto: Rebeca Mota

    O Amazon Tupana chega num momento em que o turismo começa a ganhar força como matriz econômica no Amazonas. No primeiro semestre deste ano, desembarcaram no Estado, aproximadamente, 345 mil turistas, um volume 3% maior se comparado ao mesmo período de 2018 (335 mil), segundo dados da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur).

    Segundo a presidente da Amazonastur, Roselene Medeiros, o órgão tem realizado um trabalho de registro dos hotéis de selva do Amazonas, junto ao Ministério do Turismo, e já conferiu um aumento de 28,45% do número de empreendimentos sesse segmento, neste ano. Como complemento do trabalho, a empresa estadual tem realizado orientações presenciais ou remotas com os donos de hotéis de selva do Amazonas.

    “As equipes do DRF já visitaram os municípios de Parintins, Tabatinga, Tefé, Itacoatiara, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, Barcelos, Manacapuru e Maués, durante as ações integradas com as secretarias municipais de Turismo, Tributos, Vigilância Sanitária, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar. Só para ter uma ideia do sucesso da ação, o setor já apresenta números significativos no registro de empreendimentos e prestadores de serviços regularizados junto ao Ministério do Turismo", compartilha.

    Até o dia 20 de setembro deste ano, 1,3 mil prestadores ligados às atividades turísticas estavam regularizados no sistema, sendo 297 cadastros a mais se comparado ao mesmo período de 2018. Em relação ao percentual de cadastros regulares de pessoas jurídicas, o salto foi de 37,85% em relação ao ano passado. Ou seja, em 2019 estão regulares mil empreendimentos, enquanto em 2018 o total ficou em 782 estabelecimentos.

    Informações: 99221-5499 / +55 (92) 98113-2189 (Information and Booking) (92) 99174-8895 (Driver Charles) https://www.amazontupana.com


    | Autor: Rebeca Mota/ William Batista
     

    *A jornalista viajou a convite do hotel

    Comentários