Fonte: OpenWeather

    Turismo


    No AM, Temporada de Cruzeiros pode atrair visitação de 20 mil turistas

    Na temporada 2018/2019, mais de 17.797 turistas estiveram nas terras amazonenses

    A temporada inicia no dia 3 de novembro deste ano | Foto: Divulgação

    Manaus- A Temporada de Cruzeiros 2019/2020 vai contar com 16 navios aportando no estado. Conforme a Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur), a temporada representa um aumento de 15,47% no número de turistas, em comparação com a temporada passada. Neste período, desembarcarão em Manaus e em Parintins um total de 20.550 visitantes, entre passageiros e tripulantes. No período 2018/2019, durante a passagem de 15 transatlânticos, 17.797 turistas estiveram nas terras amazonenses.

    A temporada inicia no dia 3 de novembro deste ano, com a chegada do M/S Viking Sun, e se estenderá até o dia 2 de maio de 2020, incluindo navios expedicionários de alto nível. No dia 31 de janeiro de 2020, aportará em Manaus um dos maiores cruzeiros que já navegou pelos rios amazonenses, o M/S Queen Victoria, com mais de 2,9 mil turistas, entre tripulantes e cruzeiristas. Além de Manaus, os excursionistas passarão também pela cidade de Parintins.

    De acordo com a presidente da Amazonastur, Roselene Medeiros, o órgão estadual intensificou as promoções e as participações nas feiras nacionais e internacionais para fortalecer o destino Amazonas, atraindo mais turistas ao estado nos próximos anos.

    “A Amazonastur tem participado das principais feiras, exposições e conferências nacionais e internacionais do setor, promovendo o destino, em busca de parcerias. Nossa expectativa é que, com a liberação do visto para a entrada no Brasil de norte-americanos, canadenses, japoneses e australianos, e mais recentemente de chineses, um número maior de turistas deverá passar pelo estado. Mais turistas resultam em mais renda e emprego para o nosso estado”, comentou a presidente.

    Visto

    De acordo com o operador e proprietário da agência Amazon Explorer, Eury Barros, a liberação dos vistos para entrada no Brasil para os norte-americanos, canadenses, japoneses e australianos elevará o número de visitantes em relação à última temporada, que recebeu mais de 17 mil cruzeiristas.

    “Isso vai influenciar na vinda desses passageiros. Vamos colher os frutos principalmente na temporada de cruzeiros, porque a nossa maior demanda é dos norte-americanos”, comentou o operador.

    Eury Barros destacou a parceria dos órgãos públicos com os operadores do trade e demais órgãos ligados às áreas de cultura, de turismo, de limpeza e de segurança.

    “Estamos fazendo há algum tempo um trabalho muito afinado com a Amazonastur e demais órgãos como a Manauscult (Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos), com as secretarias de Limpeza Urbana (Semulsp), de Segurança (SSP-AM) e da Cultura e Economia Criativa. A parceria entre os órgãos colabora para o bem-estar dos turistas”, frisou.

    Investimento

    Na temporada que findou no dia 6 de abril deste ano, os 15 cruzeiros injetaram na economia do Amazonas aproximadamente R$ 11 milhões (correspondente a US$ 2,9 milhões de dólares). Cada turista estrangeiro gastou em média US$ 115,56 durante os dias de visita no estado.

    *Com informações da assessoria 

    Comentários