Fonte: OpenWeather

    Ecoturismo


    Conheça as 5 principais cidades do ecoturismo baiano

    Ilhas e cidades do estado proporcionam visuais deslumbrantes, águas cristalinas e conexão com a natureza

    Chapada Diamantina | Foto: Divulgação

    O estado da Bahia é, sem dúvidas, um dos mais procurados pelos turistas brasileiros e internacionais no Brasil. Lar de uma rica cultura, um povo acolhedor e um clima de verão invejável, as cidades baianas oferecem uma infinidade de possibilidades para fazer o passeio dos sonhos. E isso vale, também, para quem gosta de fazer ecoturismo.

    São várias as opções de ecoturismo que os interessados podem encontrar em território baiano. Abrolhos e Itacaré são alguns dos passeios recomendados. Então, se você quer conhecer outros pontos quentes, pegue suas passagens da companhia Águia Branca e prepare-se para um passeio inesquecível.

    Chapada Diamantina

    Não é bem uma cidade, mas é impossível montar essa lista sem citar a Chapada Diamantina. Ela é um dos principais pontos de ecoturismo no Brasil, com uma área de 70 mil km². Entre suas atrações, está a possibilidade de conhecer algumas das cachoeiras mais altas do Brasil, como a da Fumaça, com quase 400 m de altura. 

    A área inclui, ainda, a possibilidade de fazer passeios em grutas, cavernas, desfiladeiros e montanhas. Os viajantes também podem visitar poços de água límpida e sítios arqueológicos que acolhem gravuras rupestres. Para aproveitar isso tudo, é recomendável que os viajantes se planejem.

    Abrolhos

    São 70 km que separam o arquipélago de Abrolhos da costa baiana, mas a visita proporciona aos seus visitantes alguns dos cenários mais exuberantes do Brasil. Quem visita o local, formado por cinco ilhas vulcânicas — sendo que somente uma delas é habitada —, tem a chance de conhecer piscinas naturais que saltam os olhos.

    Os visitantes contam com uma visibilidade de até 20 m de profundidade dessas piscinas, devido à transparência da água. Também é possível observar uma incrível variedade de peixes e espécies de corais. O principal atrativo, no entanto, é a possibilidade de apreciar as baleias que nadam pela região e valem todo o passeio.

    Itacaré

    Quem busca aventuras e contato com a natureza, certamente, encontrará na pequena cidade de Itacaré um verdadeiro paraíso. Localizada próxima a Ilhéus, o lugar oferece uma variada gama de passeios e atividades, como a realização de trilhas que percorrem algumas de suas mais exuberantes praias.

    As belezas hidrográficas do lugar também são atrativas para os viajantes. As águas do mar são cristalinas e convidam surfistas a desafiarem suas ondas. Já as cachoeiras e os rios da região oferecem a chance de praticar atividades radicais, como mergulho, caiaque, rapel e rafting.

    Boipeba

    A Ilha de Boipeba é um ponto recomendado para quem procura um lugar sossegado, com praias desertas e uma linda natureza. As pequenas vilas de pescadores e a simplicidade da ilha dão ao local um charme rústico, que acaba atraindo os visitantes de todo o país.

    De um lado, há o Oceano Atlântico, com suas águas límpidas, enquanto do outro, o turista pode se deleitar com as piscinas naturais, criadas pelo Rio do Inferno. Os viajantes podem realizar passeios de barco e conhecer melhor o ecossistema da região. Uma visita para ninguém colocar defeito.

    Praia do Forte, Mata de São João

    Localizada no município de Mata de São João, há 80 km de Salvador, a Praia do Forte é um excelente destino para os amantes de ecoturismo. Por lá, são várias as opções de programas que o turista pode fazer. Uma delas é conhecer a primeira edificação medieval das Américas, o Castelo Garcia d’Àvila.

    Ainda é possível fazer uma trilha pela reserva Sapiranga, localizada a margem do Rio Pojuca, ou aproveitar uma ida à Praia do Lord para se esbaldar nas piscinas naturais. Quem tem interesse em conhecer um trabalho de educação ambiental, pode visitar o Projeto Tamar e aprender mais sobre a preservação de tartarugas marinhas.

    Comentários