Fonte: OpenWeather

    Vida & Sucesso


    Empresa amazonense é referência no mercado de guindastes e equipamento

    Entec comemora 40 anos de sucesso no Amazonas 'driblando' a crise econômica

    Arquivo Pessoal/ Entec | Foto: Arquivo Pessoal/ Entec

    Manaus - Especialista em locação de geradores, contêineres habitacionais, guindastes, serviço de rigging industrial e distribuição autorizada de empilhadeiras Yale, a Entec, completa 40 anos de sucesso no mercado amazonense 'driblando' a crise econômica que o Brasil enfrenta.

    “Eu diria que somos uma empresa que tem prazer naquilo que faz e orgulho da sua trajetória. Junto com nossos colaboradores buscamos prestar serviços de qualidade, comercializar produtos confiáveis, honrar nossas obrigações e pautar as relações na ética e retidão”, revela a diretora da Entec, Luciana Longhi, sobre o sucesso da empresa.

     Início do sucesso

    Em1979 Eneas e Luci Longhi fundaram a Entec no Amazonas
    Em1979 Eneas e Luci Longhi fundaram a Entec no Amazonas | Foto: Arquivo Pessoal/ Entec

    O início do empreendimento não foi nada fácil. Foram muitos os desafios que os pais de Luciana (fundadores da Entec) precisaram superar, como um elemento complicador que era estar longe da cidade de origem e dos seus familiares. 

     Em 1971 aos 29 anos, Eneas  Longhi fundou na capital de São Paulo a Montecnica, uma empresa especializada em instalações para abastecimento de aeronaves e instalações para distribuição de derivados de petróleo. Nos anos seguintes, executou obras nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Bahia. Em 1978 deslocou-se para Manaus, afim de executar para SHELL S/A, a instalação da rede de abastecimento de aeronaves do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes e outros secundários pelo interior.

    Casado desde os 24 anos, e decidido a criar os filhos em uma cidade sem tantos problemas de trânsito e poluição como São Paulo e que oferecesse um clima mais quente, escolheu o Amazonas como destino e em 1979 fundou, juntamente com a esposa Luci, a Entec, uma empresa totalmente familiar.

    A Entec é uma empresa totalmente familiar
    A Entec é uma empresa totalmente familiar | Foto: Arquivo Pessoal/ Entec

    “Meus irmãos Ricardo, Reinaldo e eu, muito jovens juntamo-nos à empresa. Trabalhando em família, nossos pais  nos mostraram que como sócios executivos possuíamos habilidades complementares e por esta razão, juntos formaríamos elos de uma corrente, e seriamos mais fortes e capazes do que isoladamente.  Somos gratos por esse e tantos outros ensinamentos que mantiveram os irmãos unidos e coesos”, explica Luciana.

    Geração de empregos

    A Entec gera 110 empregos
    A Entec gera 110 empregos | Foto: Arquivo Pessoal/ Entec

    A Entec sentiu os efeitos da crise instaurada nos últimos cinco anos. A solução encontrada foi encolher as operações de forma planejada: reduziram o escopo de atuação da empresa concentrando nas atividades mais rentáveis, desfizeram-se de máquinas e equipamentos que não teriam demanda nos anos seguintes, montaram um programa escalonado para o desligamento de funcionários, passaram a cuidar dos custos com uma lente de aumento e mantiveram a postura conservadora de não contrair dívidas. Por conta disso, atualmente a Entec tem 110 funcionários, o que significa que voltaram a patamares de 10 anos atrás.

    Diferencial

    Primeiros guindastes importados
    Primeiros guindastes importados | Foto: Arquivo Pessoal/ Entec

    Segundo a Luciana, o diferencial está na responsabilidade com os serviços que prestam, a qualidade e pontualidade de entrega, além da capacidade de se diversificar e antever  a oportunidades e nichos de mercado.

     “Fomos a primeira empresa de Manaus a oferecer um portfólio de equipamentos e ferramentas para locação. Depois de alguns anos trabalhando para as companhias como Shell, Petroleo Sabbá, Petrobras e industrias como Sharp, CCE, Videolar, Pancostura, passamos a dispor de um volume recursos que nem sempre estavam empregados nas obras. Foi quando no ano de 1991, meu pai teve a ideia de disponibilizar para locação andaime, compressor, gerador, empilhadeira, alisadora de concreto, martelete, rompedor, banheiro químico, ferramentas pneumáticas, ou seja, os equipamentos”, revela. 

    Em 1993 a Entec ampliou a atuação e passou a prestar serviços com emprego de guindastes e três anos depois importaram da Alemanha o primeiro guindaste rodoviário moderno auto propelido com capacidade para 55 toneladas. 

    Obras da segunda sede da Entec
    Obras da segunda sede da Entec | Foto: Arquivo Pessoal/ Entec

     Em 1998 a empresa desenvolveu uma solução padronizada de embalagem industrial em madeira e/ou aço, com sistema de tratamento a vácuo, capaz de acondicionar de forma segura, estável e controlada máquinas e equipamentos com valor agregado, que precisassem ser transportados ou simplesmente armazenados de forma protegida. 

     Em 1999, importaram as primeiras plataformas de acesso aéreo disponibilizando-as para locação, 11 anos antes da promulgação da legislação que torna seu uso obrigatório (NR12).

    "Inovamos quando em 2007, desenvolvemos o conceito de contêineres habitacionais customizados para locação oferecendo módulos como escritórios, banheiros, estandes de vendas, vestiários, camarins", diz, Luciana. A Entec foi a primeira empresa do Amazonas a importar mini guindastes, mini contêineres, carretas hidráulicas, linhas de eixo, tartarugas auto propelidas, colchoes de ar e outros.

     Qual o segredo para gerir uma empresa de sucesso no Estado?

     

    40 anos da Entec
    40 anos da Entec | Foto: Arquivo Pessoal/ Entec

    "Não acredito que exista segredo nem tampouco sorte. Existe sim, muita forca de vontade, persistência, foco e colaboradores capacitados e comprometidos. Eles sim, fazem toda a diferença. Uma ideia você copia, maquinas e equipamentos você obtém com recursos financeiros, mas são pessoas, são os colaboradores que farão a experiência do cliente ser positiva e satisfatória", enfatizou a diretora da Entec, Luciana Longhi.

    A empresa tem projeto de expansão?

    Sede da Entec
    Sede da Entec | Foto: Arquivo Pessoal/ Entec

    "Estamos concluindo as obras da nova sede, localizada no centro do Polo Industrial, próximo a rotatória da Gilette, para onde mudaremos em 2020. Em uma área com 45 mil m², o dobro do espaço ocupamos atualmente. Nas novas instalações iremos dispor de Terminal de Armazenagem de Contêineres e para tanto em agosto receberemos as primeiras empilhadeiras do tipo “reachstacker” com capacidade de 46 toneladas", revela Longhi.

     Em 2019 estabeleceu uma parceria comercial com a Atlas Copco disponibilizando para aluguel compressores elétricos portáteis de médio e grande porte, um lançamento da marca.  

     Na área de energia, a Entec adquiriu, também da marca Atlas Copco, 15 novos geradores de 550 KVA com sistema de paralelismo que permite ampliar a capacidade de atendimento e oferecer maior confiabilidade principalmente para shows e eventos.

     Na Entec Máquinas foi conquistado plataformas de acesso aéreo da marca Genie, máquinas articuladas, com motor a explosão e com capacidade de alcance de 20 metros de altura.

    Entec

    Comentários