Fonte: OpenWeather

    Visionária


    Vendedora larga antiga profissão e vira artesã de sucesso no Amazonas

    Desamparada pelo desemprego ela decidiu tornar-se sua própria chefe e vem fazendo sucesso com as produções

    Ela explica que hoje sente-se mais confortável em ser a dona do próprio horário de trabalho | Foto: Márcio Melo

    Manaus – A crise do desemprego no país é um momento de perturbações, mas também de oportunidades para quem enxerga novas possibilidades de driblar a falta de trabalho usando a criatividade. Foi assim que Ketylen Santana, 33, descobriu uma maneira de rebater o desemprego e aproveitar sua força criativa com um serviço que contempla o bem-estar aliado ao financeiro.  

    “Antes eu trabalhava como vendedora, mas apesar da carteira assinada, a crise acabou me afetando. Fazem dois anos que não trabalho mais naquele sistema de horário comercial São dois anos que passei a ser minha própria chefe e não me arrependo” destaca Ketylen.

    A mulher une arte e reciclagem em um só produto
    A mulher une arte e reciclagem em um só produto | Foto: Márcio Melo

    A mulher decidiu então que não procuraria mais por empregos onde não pudesse controlar seu próprio horário. Ela explica que já desempregada passou a buscar soluções para equilibrar o orçamento atingido pela demissão. Foi assistindo a um programa de televisão que Ketylen despertou para a oportunidade de dar início a uma nova vida como artesã.

    “Estava assistindo uma entrevista na TV e me identifiquei com uns testes de artesanato que eles estavam fazendo, ensinando a trabalhar com a decoração de plantas em vasos. Eu comecei com muita vontade de aprender, mas sem ter certeza se levaria a sério como trabalho. Mas a verdade é que eu me encontrei fazendo arte e os meus dias agora são sempre de qualificação no que eu me apaixonei por fazer”, explica a jovem.

    As encomendas chegam semanalmente para Ketylen
    As encomendas chegam semanalmente para Ketylen | Foto: Márcio Melo


    A preocupação do desemprego logo foi substituída para dar espaço ao nascimento do espírito criativo de Ketylen. Hoje a mulher trocou a rotina dos horários comerciais pela calmaria do seu ateliê. No local, tintas e pincéis dão vida aos trabalhos de paisagismo, reciclagem e artesanatos.

    Materiais comuns viram artes

    Garrafas pet, paletes, pias, baldes, mictórios e até vasos sanitários transforma-se em personagens do mundo dos desenhos, como por exemplo, o Bob Esponja, Rei Gelado, Phin, Princesa Jujuba. As buscas por vasos decorativos transformados em animaizinhos também são comuns no negócio, e entre os mais pedidos estão as peças de cachorro, gato e coelho.

    A mulher também realiza entregas à domicílio
    A mulher também realiza entregas à domicílio | Foto: Márcio Melo


    “Eu busco sempre estar inovando na estrutura dos meus vasos, pois eles dão o toque diferente do meu trabalho. Além da preocupação que tenho com a estética dos recipientes, eu também tenho muito cuidado com a saúde das plantas que vendo. Espécies como, a onze horas, o cacto e a peônia são as mais pedidas entre os clientes”, ressalta a autônoma.

    A artista explica que o número de encomendas vem crescendo de acordo com as novas apostas que ela faz. Usando a internet como vitrine para o produto, ela revela que os vasos são vendidos a partir de R$ 5 e geralmente vão até R$60. Já os pedidos feitos a partir de R$70 incluem entrega em domicílio.

    Ela conta que a prioridade é agora se especializar cada vez mais
    Ela conta que a prioridade é agora se especializar cada vez mais | Foto: Márcio Melo


    “Dependendo da encomenda eu demoro de dois até quatro dias para finalizar o produto. Eu costumo trabalhar com materiais que já conheço, bem específicos, mas se o cliente pedir que eu monte uma decoração a partir das suas próprias exigências, eu também faço”, ressaltou a microempresária.

    Para entrar em contato com Ketylen e conferir de perto as suas produções, basta entrar em contato com a artesã por meio dos números 98100-1117 e 99992-4424

    Edição: Bruna Souza

    Leia mais:

    Jovem amazonense ganha a vida pintando camisas à mão 

    Quadrinhos 'Rio Negro' traz a história de lendas indígenas da Amazônia 

    Vídeo: Casal abanadona a vida executiva em SP pela ribeirinha no AM 

    Comentários