Fonte: OpenWeather

    Produção industrial


    Produção industrial recua 0,8% de dezembro para janeiro

    De acordo com os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a queda chegou a 2,6% se comparado com o mesmo período do ano passado

    Produção industrial recuou 0,8% em janeiro, aponta o IBGE. A queda foi ainda maior na produção da indústria de bens de capital
    Produção industrial recuou 0,8% em janeiro, aponta o IBGE. A queda foi ainda maior na produção da indústria de bens de capital | Foto: Thiago Fernando

    Rio de Janeiro (RJ) - A produção industrial nacional caiu 0,8% na passagem de dezembro de 2018 para janeiro deste ano. Essa é a maior queda desde setembro do ano passado (-1,9%) e veio depois de uma alta em dezembro (0,2%), segundo a Pesquisa Industrial Mensal (PIM), divulgada, ontem (13), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

    A queda chegou a 2,6% na comparação com janeiro de 2018. Na média móvel trimestral, a queda é 0,2%. No acumulado de 12 meses, a indústria acumula crescimento de 0,5%.

    Na passagem de dezembro para janeiro, a indústria recuou em três das quatro grandes categorias econômicas, com destaque para os bens de capital, isto é, as máquinas e equipamentos (-3%).

    Também tiveram queda os bens intermediários, isto é, os insumos industrializados usados no setor produtivo (-0,1%), e os bens de consumo semi e não duráveis (-0,4%). Por outro lado, os bens de consumo duráveis tiveram alta de 0,5%.

    Treze das 26 atividades industriais pesquisadas tiveram queda na produção de dezembro para janeiro, com destaque para produtos farmoquímicos e farmacêuticos (-10,3%), indústrias extrativas (-1%) e máquinas e equipamentos (-2,9%).

    Treze atividades tiveram alta, sendo os principais crescimentos registrados nos segmentos de produtos alimentícios (1,5%), bebidas (6,1%) e outros produtos químicos (3,6%).

    Bens de capital

    A produção da indústria de bens de capital teve queda de 3,0% em janeiro de 2019 ante dezembro de 2018, informou o IBGE. Na comparação com janeiro de 2018, o indicador mostrou recuo de 7,7%. Os dados fazem parte da Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física (PIM-PF).

    Segundo o gerente da pesquisa do IBGE, André Macedo, o resultado está relacionado a baixa produção de caminhões e bens agrícolas. “A queda nos Bens de Capital de dezembro para janeiro está relacionada à baixa na produção de caminhões, bens de produção agrícola e máquinas e equipamentos industriais. Em relação a janeiro, Bens de Capital e Bens de Consumo Duráveis são os grupos que mostram maior perda, com acréscimo dos automóveis e eletrodomésticos da linha marrom”, lembra Macedo. 

    No ano, houve redução de 7,7% na produção de bens de capital. No acumulado em 12 meses, a taxa ficou positiva em 5,5%.

    Em relação aos bens de consumo, a pesquisa registrou redução de 0,3% na passagem de dezembro para janeiro. Na comparação com janeiro de 2018, houve queda de 3,4%. No ano, a produção de bens de consumo caiu 3,4%. No acumulado em 12 meses, o avanço foi de 0,8%.

    Na categoria de bens de consumo duráveis, o mês de janeiro foi de avanço de 0,5% ante dezembro. Em relação a janeiro de 2018, houve redução de 5,5%. Entre os semiduráveis e os não duráveis, houve queda de 0,4% na produção em janeiro ante dezembro. Na comparação com janeiro do ano passado a produção diminuiu 2,9%.

    Para os bens intermediários, o IBGE informou que a produção recuou 0,1% em janeiro ante dezembro. Em relação a janeiro do ano passado, houve uma retração de 1,3%. No ano, os bens intermediários tiveram redução de 1,3%. Em 12 meses, houve diminuição de 0,1% na produção. O índice de Média Móvel Trimestral da indústria teve queda de 0,2% em janeiro.

    Comentários