Fonte: OpenWeather

    Estilo de vida


    Pizza, bolo e churrasco veganos são comercializados a quilo em Manaus

    Engana-se quem pensa que para ser vegano é preciso comer só folhas e grãos. Já há no mercado amazonense lasanhas, hambúrgueres, salgados, pizzas e até doces feitos a partir de produtos veganos

    Salgado vegano de milho com cogumelo shimeji
    Salgado vegano de milho com cogumelo shimeji | Foto: Marcely Gomes


    Manaus – Alimentar-se de maneira saudável em uma geração que já nasce convencionada às redes de fast-food e aos alimentos lotados de agrotóxicos, não é uma tarefa fácil. Mas o crescimento pela busca de lugares que servem opções de alimentação vegetariana vem transformando esse cenário na capital do Amazonas.

    Dados da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) mostram o crescimento do veganismo em até 75% nos últimos seis anos. O reflexo da estatística já pode ser percebido na quantidade de estabelecimentos voltados para esse público.

    Ainda de acordo com dados divulgados pela SVB, 14% dos brasileiros tornaram-se veganos, ou seja, cerca de 29 milhões de pessoas, por buscar um estilo de vida mais saudável. Em Manaus, os números têm impulsionado a economia local.

    Bolo de chocolate com morango sem glúten
    Bolo de chocolate com morango sem glúten | Foto: Divulgação


    Café, almoço e janta

    Fugindo da violência urbana em São Paulo, no início da década de 90, a empresária paulista Elzira Martimiani, de 65 anos, veio buscar em Manaus um pouco mais de qualidade de vida. Hoje, ela soma quase 30 anos a frente da Casa da Pamonha, inaugurada em 1991.

    Na época, o objetivo de Elzira era produzir produtos à base de milho verde, e o carro chefe era a pamonha.

    Comidas Veganas
    Comidas Veganas | Foto: Marcely Gomes


    “Com o passar do tempo, houve a necessidade de variar o cardápio da casa e foram incluídas algumas delícias do café regional amazonense, com muitas variedades de tapiocas, sanduíche, bolos e pães. Em 1995, fizemos uma inovação por conta da escassez de alimentos saudáveis em Manaus. Nós acrescentamos ao cardápio o almoço vegetariano. Com o passar do tempo, nós fomos programando um menu com ainda mais opções vegetarianas e hoje o cardápio é totalmente vegano”, explica a paulista que percebe cada vez mais o aumento desse público.

    A Casa da Pamonha fica localizada na rua Barroso, no Centro de Manaus
    A Casa da Pamonha fica localizada na rua Barroso, no Centro de Manaus | Foto: Marcely Gomes


    No local é possível adquirir guloseimas vegetarianas, que vão desde o café da manhã ao jantar. Localizada na rua Barroso, nº375, no Centro da cidade, a Casa da Pamonha oferece um cardápio com variadas opções ao público que busca por uma alimentação mais leve.

    Das tapiocas, aos salgados, passando ainda pelos hambúrgueres e lasanhas, o buffet oferecido no local é um verdadeiro banquete natural.

    Além dos salgados da carne de jaca, os sabores em palmito também agradam os clientes
    Além dos salgados da carne de jaca, os sabores em palmito também agradam os clientes | Foto: Marcely Gomes


    “Nós abrimos das segundas às sextas-feiras, das 7h às 19h, por isso oferecemos um delicioso café da manhã onde todas as opções são livres de qualquer carne animal. Às 11h, nós abrimos o buffet para o almoço onde todos os ingredientes seguem totalmente orgânicos. Entre as opções de comida que mais fazem sucesso por aqui estão a lasanha de jaca, os hambúrgueres de grão-de-bico e lentilha, e também os salgados de creme de milho com cogumelos”, revela a proprietária do restaurante.

    Bolo de cupuaçu sem glúten pode ser adquirido na Casa da Pamonha, no Centro
    Bolo de cupuaçu sem glúten pode ser adquirido na Casa da Pamonha, no Centro | Foto: Marcely Gomes


    Na Casa da Pamonha é possível comer qualquer um dos pratos prontos oferecidos no cardápio e que são feitos por encomenda. Já o buffet de almoço é colocado em self-service e o cliente paga o peso do prato montado.

    Mudança de vida

    Há 10 anos, a escolha de mudar a própria alimentação transformou a vida da empresária amazonense Edinelza Araújo, 36. Ela explica que, por conta da religião, passou a escolher uma alimentação mais balanceada e livre de carne animal. Sentindo falta de estabelecimentos que proporcionassem um cardápio mais orgânico, ela viajou para o estado de São Paulo com o objetivo de se qualificar em um curso de gastronomia vegana. O objetivo principal era produzir a própria dieta.

    Entre os mais pedidos da casa está o hambúrguer de grão de bico
    Entre os mais pedidos da casa está o hambúrguer de grão de bico | Foto: Divulgação


    “Eu sempre gostei de trabalhar com comida e, quando decidi mudar completamente minha alimentação, fui atrás de referências que mostrassem as possibilidades de comer com prazer mesmo sendo vegano. Após concluir um curso em SP, voltei para Manaus e comecei a ministrar aulas de produção de comidas vegetarianas. A notícia logo se espalhou e meu apartamento começou a ficar pequeno para tantos alunos que queriam participar”, relembra Edinelza.

    Em Manaus, o Edi Sabor Vegetariano oferece comida em formato self-service
    Em Manaus, o Edi Sabor Vegetariano oferece comida em formato self-service | Foto: Divulgação


    Da necessidade de mais espaço para a conscientização de uma dieta livre de origem animal, a amazonense fez nascer o restaurante Edi Sabor Vegetariano, situado na Avenida Mário Ypiranga, nº 54, no bairro Adrianópolis.

    O empreendimento, que já soma quase dois anos de atividades, oferece diversas opções de comida vegana a quilo, um banquete self-service oferecido durante o horário de almoço.

    No local, o kilo da comida vegana é pesado a R$59
    No local, o kilo da comida vegana é pesado a R$59 | Foto: Divulgação


    “Os meus clientes são fixos em grande maioria, mas sempre aparece gente nova por aqui e que fica feliz em poder comer bem e com qualidade. Todos os sabores fazem muito sucesso, mas entre os mais pedidos estão os pratos preparados com carne de jaca, o salpicão e a lasanha. O estrogonofe de tucumã e o vatapá de cogumelos shimeji também vendem bastante. Além dos salgados, nós temos ainda picolés, tortas, pavês e outras dezenas de sobremesas. Tudo 100% natural, livre de proteína animal”, explica a proprietária do espaço.

    Naked cake de morango. Totalmente livre de glútens
    Naked cake de morango. Totalmente livre de glútens | Foto: Divulgação


    Ainda de acordo com Edinelza, a mudança na forma de se alimentar é possível para qualquer um e tudo depende da força de vontade e conscientização sobre a forma de tratar o próprio corpo. Quem pensa que a dieta vegana está ligada apenas a folhas e grãos está muito enganado.

    Aos finais de semana o rodízio de pizza oferece sabores como o de calabresa vegana
    Aos finais de semana o rodízio de pizza oferece sabores como o de calabresa vegana | Foto: Divulgação


    “No Edi Sabor Vegetariano também é possível saborear deliciosos sabores de pizzas veganas e muitas vezes os próprios clientes ficam surpresos pela diversidade de sabores que oferecemos no rodízio de massas. Sempre realizamos isso aos fins de semana”, ressalta a empresária.

    O espaço funciona de segunda a sexta-feira, das 11h às 14h30, e sábado e domingo das 19h às 22h.

    Edição: Bruna Souza

    Leia mais:

    Comida Vegana: quais os benefícios?

    Caldo da caridade é revigorante ou só crendice popular?

    Viagras da Amazônia levantam até defunto? Especialistas tiram dúvidas! 

    Comentários