Fonte: OpenWeather

    Setor primário


    Deputado Estadual recebe reivindicações da Conab para o setor primário

    As reivindicações são para a melhoria do setor primário do Amazonas

    A primeira pauta foi relacionada ao pedido de isenção do ICMS | Foto: Divulgação

    Manaus- Na manhã desta quarta-feira, (29), o deputado estadual Roberto Cidade (PV) recebeu o superintendente da Companhia Nacional de Abastecimento no Amazonas (Conab-AM), Serafim Taveira, que apresentou duas reivindicações para o desenvolvimento do setor primário no Estado, beneficiando produtores rurais. 

    A primeira pauta foi relacionada ao pedido de isenção do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) pago na compra da saca do milho para a avicultura. O imposto tem impactado principalmente na produção dos pequenos produtores e no preço de revenda do ovo para o mercado consumidor, dificultando o desenvolvimento do setor. 

    “Hoje é pago o valor de 6% e se o Governo do Estado isentar a Conab desse valor, já vai reduzir em um real na compra da saca de 50 quilos. O Amazonas é o quinto maior polo de produção de avicultura de postura no Brasil, então essa isenção vai nos permitir desenvolver ainda mais o segmento”, afirmou Serafim Taveira.

    A segunda revindicação é relacionada à Política de Garantia de Preços Mínimos para os Produtos da Sociobiodiversidade (PGPM-Bio), que garante uma subvenção quando os produtos extrativos da pauta da política são vendidos abaixo do preço mínimo estabelecido pelo governo. Segundo o superintendente, é necessária a retomada do pagamento da subvenção da borracha pelo Governo do Estado. Recentemente, foram regularizados os pagamentos da malva e juta.

    “Irei levar as reivindicações ao governador Wilson Lima que tem procurado incentivar o desenvolvimento do setor primário em todas as suas agendas realizadas no interior. O setor da borracha foi esquecido por muitos anos no nosso Estado e lutarei para que a gente possa retomar esse segmento, gerando emprego e renda para os interioranos. Pagar os subsídios a esses produtores é reconhecer o papel importante que eles têm na proteção das nossas florestas”, declarou Roberto Cidade.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Omar Aziz e Plínio Valério votam para Coaf permanecer com Moro

    'Rebeliões representam falência do sistema prisional', diz Serafim

    Comentários