Fonte: OpenWeather

    FEBRE AFTOSA


    Adaf imuniza 97,22 % do rebanho bovino e bubalino contra febre aftosa

    O Amazonas é livre de febre aftosa com vacinação desde 2018 e caminha para evoluir para o status sanitário livre de febre aftosa sem vacinação até 2021

    Em Lábrea, o a agência conseguiu imunizar 99,91% do rebanho do município
    Em Lábrea, o a agência conseguiu imunizar 99,91% do rebanho do município | Foto: Divulgação

    A primeira etapa da campanha “Amazonas sem Febre Aftosa”, coordenada pela Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf), que aconteceu de 15 de março a 30 de abril e de 1º a 30 de maio, imunizou 97,22% de todo o rebanho bovino e bubalino amazonense, em 13.957 propriedades rurais.

    A porcentagem representa a vacinação de 1.191.142 animais.

    Os municípios de Boca do Acre e Guajará que seguem o calendário de vacinação do estado do Acre vacinaram apenas bovinos e bubalinos de zero a 24 meses.

    Entres os municípios que contam com o maior rebanho no Estado, Lábrea está entre as unidades da Adaf que mais vacinaram seu gado, com o índice vacinal de 99,91%. Já as unidades de Apuí, Manicoré e Boca do Acre são outros municípios em destaques, com alcance vacinal de até 99,77%.

    “Reconhecemos e agradecemos o empenho das equipes locais da Adaf e do Idam no interior, em especial os pecuaristas. Além do apoio dos órgãos parceiros e, reforçamos que estamos com outras etapas em andamento e, esperamos, o mesmo engajamento, em sempre melhorarmos os índices vacinais em todo Estado, destacou o diretor-presidente da Adaf, Alexandre Araújo.

     Status sanitário

    De acordo com informações da Adaf, o Amazonas é livre de febre aftosa com vacinação desde 2018 e caminha para evoluir para o status sanitário livre de febre aftosa sem vacinação até 2021, para suspender a vacinação em todo Estado. O Amazonas possui um rebanho total de 1.492.769 animais e conta com 15.140 propriedades rurais cadastradas.

    Segundo a coordenadora estadual do Programa de Prevenção e Erradicação da Febre Aftosa (Pnefa), Joelma Silva, o Amazonas deve manter uma excelente cobertura vacinal até a suspensão da vacinação. “É importante reforçar que o Estado está na segunda etapa da campanha em 41 municípios e devem cumprir com responsabilidade de não deixar para a última hora”, reforçou Joelma.

    Calendário de vacinação

    A segunda etapa da campanha iniciou no dia 15 de julho e segue até o dia 31 de agosto. No Amazonas, o calendário de vacinação está dividido em duas etapas. Em 41 municípios que compõem a Calha do Rio Amazonas, bovinos e bubalinos nos períodos de 15/03 a 30/04 e de 15/07 a 31/08 são vacinados. Já em 21 municípios, o calendário de vacinação ocorre nos meses de maio e novembro.

    *Com informações da assessoria

    Leia Mais 

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Em Manaus, ONU promove fórum de empregabilidade para refugiados

    Crédito Solidário leva atendimento para município de Atalaia do Norte

    Comentários