Fonte: OpenWeather

    Investimento


    Programa Crédito Solidário forneceu R$ 140 mil a empreendedores no AM

    Ação realizada neste mês ofereceu um sistema de financiamento para pequenos empreendedores

    O programa é voltado a pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade social e econômica | Foto: Divulgação

    O Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS) é o órgão gestor do Programa Crédito Solidário, que levou atendimento para o município de Juruá (a 674 quilômetros de Manaus). O Governo do Amazonas forneceu o aporte de R$ 140 mil para ser investido em atividades produtivas de pequenos empreendedores. A ação foi realizada no último dia 14.

    Ana Lúcia, de 32 anos, que trabalha com esmaltaria, afirma que vai conseguir conquistar uma renda mensal própria e atingir seus objetivos com o investimento por meio do crédito desburocratizado. “Vai trazer uma vida digna para meus filhos”, disse.

    O programa é voltado a pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade social e econômica
    O programa é voltado a pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade social e econômica | Foto: Divulgação

    Já Ítalo Cavalcante, de apenas 20 anos, deseja investir em novas mercadorias para seu comércio e aumentar sua renda. “Vou comprar mais mercadoria para conseguir renda e ajudar minha família”, declarou.

    O Programa Crédito Solidário oferece um sistema de crédito desburocratizado para cidadãos que necessitam de um incentivo para entrar no mercado de trabalho. Este incentivo é uma opção de investimento que varia de R$ 200 a R$ 2 mil.

    “Para que elas possam, a partir de seu próprio trabalho, ter uma renda mensal, conquistada por meio de uma atividade comercial para que tenham mais dignidade”, disse a secretária institucional do Programa, Alessandra Bentes.

    Crédito Solidário

    A ação oferece recursos que servirão como capital de giro para impulsionar o negócio e por meio dele, conquistar a renda fixa.
    A ação oferece recursos que servirão como capital de giro para impulsionar o negócio e por meio dele, conquistar a renda fixa. | Foto: Divulgação

    O programa é voltado a pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade social e econômica, buscando levar uma alternativa de crédito para micro e pequenos empreendedores que possuem uma atividade informal para investir. A ação oferece recursos que servirão como capital de giro para impulsionar o negócio e por meio dele, conquistar a renda fixa.

    *Com informações da assessoria

    Comentários