Fonte: OpenWeather

    Forex


    Como administrar os riscos no mercado Forex?

    | Foto: Divulgação

    Existem três perfis de investidores: os conservadores, os moderados e os arrojados. É provável que você já tenha lido sobre as diferenças entre eles em algumas das maiores corretoras brasileiras e internacionais, como a Alpari, que ensina alguns conceitos que fazem parte da rotina de negociações de todo investidor. 

    É bem provável, também, que você já esteja ciente sobre os riscos a que se submetem os investidores, independentemente de seu tempo de experiência. Logicamente, os riscos são ainda maiores para quem não estuda o mercado de ações, para quem não tem um bom controle emocional e para os novatos que se encantam com o sonho de lucrar rapidamente, em grande quantidade.

    Neste artigo, vamos trazer algumas dicas sobre gerenciamento de risco Forex, essencialmente importantes para quem possui um dinheiro aplicado em uma corretora fora do Brasil, e busca uma alternativa de renda. O maior mercado de câmbio do mundo tem vantagens e desvantagens em relação ao mercado brasileiro, e seja qual for o tipo de investimento que você tiver em mente, invista, sem falta, no conhecimento.

    Como administrar os riscos no mercado Forex? 

    Já parou para pensar o que faz de alguém um investidor de sucesso? Tenha certeza de que não é a quantidade de dinheiro a ser aplicado, tampouco os rendimentos obtidos após anos de investimentos. O que ele tem acumulado é apenas um resultado. Você pode pensar, por exemplo, na diversificação de investimentos que esse investidor de sucesso fez em sua carteira. A grande pergunta a ser feita é: “O que o levou a diversificar?”. 

    Uma das coisas que os maiores influenciadores digitais, especialmente aqueles que possuem canais no YouTube, como O Primo Rico e o Economista Sincero, dizem é que a diversificação da carteira é a chave para a minimização dos riscos. Nesse caso, estamos considerando os riscos oriundos dos investimentos em renda variável. Mas... como podemos levar essa e outras dicas relacionadas para o mercado de negociação Forex?

    A seguir, apontamos algumas recomendações que acreditamos ser úteis para todos os investidores, especialmente para quem acabou de colocar os pés nesse mundo das finanças.

    Dicas de gerenciamento de risco Forex
    Dicas de gerenciamento de risco Forex | Foto: Divulgação

    Diminuindo os riscos no mercado Forex e protegendo seu patrimônio

    Alavancagem

    É um recurso que permite ao investidor obter retornos muito superiores aos que ele teria tido se, inicialmente, negociasse apenas com seu capital disponível. Há diversos níveis de alavancagem, e é claro que, quanto mais altos, maiores podem ser os lucros... e maior será o risco de ter grandes perdas. Para saber mais sobre o conceito de alavancagem, confira esta explicação fornecida por MoneyTimes.

    Stop-loss

    Ao pé da letra, Stop-loss significa “pare a perda”. Trata-se de uma ferramenta que ativa a venda automática de sua ação caso a valorização dela comece a despencar. Em outras palavras, o Stop-loss evita que uma maior perda ocorra. A configuração desse recurso pode ser feita no Home Broker de sua corretora.

    Diversificação

    Se você quiser investir a longo prazo, precisará diversificar a sua carteira. Vamos utilizar, por exemplo, os fundos imobiliários. Caso você tenha várias cotas de apenas um fundo, e esse fundo passe por sérios problemas, a sua carteira será gravemente afetada. Por outro lado, ainda que esse fundo passe por problemas, você poderá respirar tranquilamente caso tenha cotas de fundos imobiliários de diferentes segmentos. O impacto em sua carteira será minimizado. Em relação ao mercado Forex, uma boa forma de gerenciar os riscos é diversificar os pares de moedas negociados.

    *Com informações da assessoria 

    Comentários