Fonte: OpenWeather

    Jogos eletrônicos


    Desenvolvedores de jogos digitais reunidos na 1ª Amazon Game Zone

    Evento tem o objetivo de estimular o crescimento da indústria de games no Amazonas

    Fortalecimento da comunidade de games da região é um dos focos do evento | Foto: Valdeniza Vasques

    Manaus - Desenvolvedores, empresas, estudantes e outros profissionais apaixonados pelo mundo dos jogos digitais reuniram-se ontem (19) para a primeira edição do Amazon Game Zone, evento promovido pela FPF Tech e pelo Instituto de Desenvolvimento Tecnológico (INDT) voltado para a indústria de games do Estado. O encontro contou com palestras, workshops e outras atividades ligadas ao segmento, além de uma mostra competitiva que premiou projetos de games digitais desenvolvidos por amazonenses. 

    Para o diretor da FPF Tech, Luís Braga, o mercado de games é altamente lucrativo, mas ainda pouco explorado no Amazonas. “Queremos trazer para o Estado a possibilidade das pessoas atuarem nesse mercado, que é extremamente lucrativo para desenvolvedores, empresas e startups. A FPF estudou os gaps, vantagens e desvantagens e começamos a disparar ações para cobrir essas falhas”, disse o diretor.

    Público pode conferir projetos de games digitais
    Público pode conferir projetos de games digitais | Foto: Valdeniza Vasques

    Entre as ações da FPF, está o lançamento do Amazon Forest Game Studio, estúdio de jogos de Manaus focado no desenvolvimento do ecossistema de games e na formação de competências locais. Além de colocar à disposição dos profissionais de games a estrutura e orientação técnicas, o estúdio também busca trabalhar o lado empresarial dos desenvolvedores. 

    “É importante que o desenvolvedor aprenda a fazer negócio, saiba vender o game, identificar público e nicho, senão ele corre o risco de criar um jogo que vai ficar na prateleira e acaba desistindo de uma área que é muito lucrativa”, avalia Braga.

    Comunidade

    Fortalecimento da comunidade de games da região é um dos focos do evento
    Fortalecimento da comunidade de games da região é um dos focos do evento | Foto: Valdeniza Vasques

    Para o representante da Amazon Forest Game, Olímpio Neto, o evento da FPF Tech foi importante para fortalecer a comunidade de desenvolvedores de jogos da região, além de trazer para a discussão as possibilidades que o mercado apresenta para esse segmento. “Aqui, nós discutimos aspectos de mercado para que possamos entender que esta é uma indústria de games e podemos estimular o desenvolvimento de novas empresas que atuem dentro dessa indústria e tragam riqueza para o nosso Estado”, afirmou Olímpio.

    Entre os desenvolvedores que participaram das atividades do Amazon Game Zone, estão a Flying Saci Game Studio, comandada por Sylker Teles, conhecida pelos jogos educacionais. Em 2019, o estúdio bateu a marca de R$1 milhão em faturamento. Outro estúdio presente foi o Black River Studios, um dos braços do Sidia Instituto de Ciência e Tecnologia, voltado para jogos de entretenimento e que reúne uma equipe com mais 50 colaboradores no Amazonas. Entidades como Samsung Ocean e Sebrae também marcaram presença.

    Competição

    Uma das principais atrações do Amazon Game Zone foi a mostra competitiva de projetos de jogos digitais. Ao todo, 10 jogos foram avaliados pelo público, que pode conferir a história por trás do jogo, o processo de desenvolvimento e, claro, brincar com os games. O vencedor foi o game "Project Looper", desenvolvido na Apple Developer Academy, por estudantes da Instituto Eldorado  Os quatro desenvolvedores, liderados pela estudante Luna Pessoa, levaram para casa um notebook de alta performance Avell G1750 MUV RTX.

    Comentários