Fonte: OpenWeather

    Polícia


    Em Codajás, Amazonas entrega 60 aeradores para piscicultura

    Produtos foram adquiridos a preços subsidiados por meio do edital de doação onerosa

    | Foto: Divulgação

    Manaus - A Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS) entregou neste domingo (2) 60 aeradores para piscicultores de Anori e Codajás, no Médio Solimões. Os produtos foram adquiridos a preços subsidiados por meio do edital de doação onerosa disponível no site da Agência (www.ads.am.gov.br).

    A cerimônia de entrega, realizada na Casa da Cultura, no município de Codajás (a 239 quilômetros de Manaus), contou com a presença do presidente da ADS, Flavio Antony Filho. No total, a Agência investiu cerca de R$ 2 milhões na aquisição dos aeradores.

    “Não temos dúvida de que a entrega desses equipamentos vai representar um aumento na produtividade de peixes. A implantação de tecnologia e o incentivo a essa atividade se faz necessária, porque permite que o recurso seja aplicado de forma direta nos interiores, movimentando a economia local, gerando emprego, renda e dando garantia de segurança alimentar com um item do gênero alimentício de alto valor proteico”, explicou o presidente.

    Maria dos Santos Valente, piscicultora de Codajás, possui oito tanques, onde são criados tambaqui e pirarucu comercializados na capital. É a primeira vez que ela consegue adquirir aeradores, por meio do incentivo do Governo do Estado. “Os aeradores vão me ajudar a desenvolver melhor os peixes”, comentou.

    O piscicultor Izaquiel Brandão dos Santos, de Anori (distante 194 quilômetros da capital), adquiriu oito unidades de aeradores do tipo 1,5cv. “Com esse edital, eu tive uma economia de R$ 2 mil em cada aerador”.

    Balanço

    Ao todo, os municípios de  Codajás e Anori apresentaram suas demandas à ADS mediante o credenciamento de seus piscicultores, sendo 25 piscicultores de Codajás, totalizando 72 equipamentos solicitados, e oito piscicultores de Anori, totalizando 23 equipamentos solicitados, perfazendo um total de 95 aeradores. Os implementos irão beneficiar diretamente 33 famílias e indiretamente toda a população que consome pescado no município.

    “Todos os 95 equipamentos juntos somarão 118 cv de potência, o que facilmente permitirá um incremento de mais 100.000 quilos de pescado, além do que já é produzido convencionalmente. E, sendo comercializado a R$ 10 o quilo, a projeção que se espera é que R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) circule na economia destes dois municípios”, explicou Tomás Sanches, diretor técnico da ADS.

    Edital

    Para adquirir os aeradores, o piscicultor deve se habilitar no edital de doação onerosa disponível no site www.ads.am.gov.br

    Os produtos disponíveis possuem as seguintes configurações: Aerador 1,0 cv monofásico (600 unidades); Aerador 1,5 cv monofásico (200 unidades); e Aerador 1,5 cv trifásico (200 unidades). A quantidade máxima de aeradores por piscicultor é de 10 unidades. 

    Na capital, a documentação exigida no edital deverá ser entregue na sede da ADS, situada na avenida Carlos Drummond de Andrade, 1.460, conjunto Atílio Andreazza, Bloco G, 1º andar, Japiim, zona sul. Nos demais municípios, a entrega poderá ser realizada nas Unidades Locais do Idam.

    Comentários