Fonte: OpenWeather

    Impacto Covid-19


    Papo Franco: o que esperar do PIM pós pandemia?

    O presidente da Cieam, Wilson Périco, revela quais são as principais mudanças que estão por vir

    Assista à entrevista | Autor: Tatiana Sobreira/ WEB TV Em Tempo

    Wilson afirma que a produção e dinâmica de trabalho nunca mais serão as mesmas
    Wilson afirma que a produção e dinâmica de trabalho nunca mais serão as mesmas | Foto: Reprodução

    Manaus - Em entrevista ao programa Papo Franco, apresentado pela jornalista Tatiana Sobreira, o presidente do Centro da Indústria do Estado do Amazonas, Wilson Périco, revelou o que esperar do Polo Industrial de Manaus (PIM) no pós pandemia.

    Wilson Périco é economista e empresário, possui habilidades em negociação, gerenciamento de operações e planejamento estratégico. Atualmente, ele é o presidente do Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam).

    Wilson Périco possui vasta experiência no Polo Industrial de Manaus (PIM)
    Wilson Périco possui vasta experiência no Polo Industrial de Manaus (PIM) | Foto: Reprodução

    Antes de comentar as projeções sobre a indústria, o economista ressalta que a deficiência comercial é uma realidade desde o início do ano. Em janeiro e fevereiro, muitas empresas já sofriam com a falta de insumos, uma vez que a China passava pelo ápice da pandemia e não poderia realizar exportações.

    No entanto, com a chegada do Coronavírus no Brasil e seu desenvolvimento alarmante no estado do Amazonas, a situação piorou ainda mais. A princípio, a medida adotada pelas grandes empresas foi a demissão de alguns funcionários e a concessão de férias coletivas que variaram de 15, 20 a 30 dias. Atualmente, algumas já retornam de maneira cautelosa, com um número reduzido de trabalhadores.

    Tendo em vista esse cenário, Wilson afirma que a produção e dinâmica de trabalho nunca mais serão as mesmas. Ele revela que os dirigentes possuíam muitos planos, estes tiveram que ser adiantados, como por exemplo o Home Office (trabalho realizado em casa), que era um projeto pensado para o futuro e que seria aplicado de maneira gradativa.

    Com essas mudanças emergenciais, foi possível constatar que o trabalho remoto é possível. Além disso, as dinâmicas de negociações também tendem a mudar, uma vez que as reuniões online têm se mostrado eficazes. 

    Saiba mais sobre o futuro do Polo Industrial de Manaus  no programa Papo Franco, da WEB TV Em Tempo:

    Assista à entrevista | Autor: Tatiana Sobreira/ WEB TV Em Tempo
     

    *Colaborou WEB TV Em Tempo- Tatiana Sobreira 

    Comentários