Fonte: OpenWeather

    Prevenção


    Lojistas do Centro de Manaus se preparam para reabertura no dia 1º

    Os estabelecimentos foram dedetizados para que não ofereçam riscos aos clientes e funcionários

    Os lojistas iniciaram a limpeza nas lojas | Foto: Lucas Silva

    Manaus - Após dois meses de portas fechadas, devido ao decreto governamental que suspendeu as atividades de servições não essenciais no Amazonas, lojistas do Centro de Manaus se preparam para reabertura do comércio, prevista para acontecer na próxima segunda-feira (1). 

    A preparação dos lojistas começou ainda na última quinta-feira (26), após o anúncio de reabertura feito pelo governador, Wilson Lima. Neste sábado (30), os empresários do Centro de Manaus intensificaram as ações de limpeza nos estabelecimentos.

    Segundo o gerente de uma loja de variedades, Rony Nascimento, as medidas adotadas no estabelecimento seguem as recomendações impostas pelo Governo do Estado para o retorno das atividades. 

    Poucas pessoas estavam na região central neste sábado
    Poucas pessoas estavam na região central neste sábado | Foto: Lucas Silva


    "Estamos nos preparando de uma forma que ninguém fique prejudicado. Instalamos pias na loja para que o cliente possa lavar as mães sempre que precisar. Vamos colocar delimitações dentro e fora da loja para que seja respeitado o distanciamento social. Estamos seguindo todas as exigências feitas pelo governo para que a reabertura seja a mais positiva possível", afirmou. 

    Rony destacou ainda que a loja será reaberta com a quantidade reduzida dos funcionários, para que não seja colocada em risco a segurança dos trabalhadores. 

    "Todos os funcionários foram instruídos que voltaremos com quadro reduzido e como eles devem seguir as medidas de segurança. Eles têm que estar sempre usando máscara, não permitindo que seja feita aglomerações dentro da loja, entre outras instruções. Espero que a reabertura seja positiva", destacou o gerente. 

    O gerente Rony relatou que a loja instalou pias para a higienização dos clientes
    O gerente Rony relatou que a loja instalou pias para a higienização dos clientes | Foto: Lucas Silva


     Os estoques e os produtos das prateleiras também serão mudados com a volta da população na loja. 

    "Estamos preparando a loja com produtos que as pessoas estão precisando, como itens de casa, escritório, material escolar para distrair os filhos e também materiais para aquelas pessoas que já estão retomando seus trabalhos e precisaram mudar algo seja para prevenção ou para uso pessoal", contou Rony. 

    Após dois meses sem abrir as portas, muitos empresários precisam aproveitar o retorno para recuperar o tempo perdido, como é o caso do proprietário de uma loja de variedades, Mahaer Taraira. Ele afirmou que está ansioso pelo retorno, mas que vê o momento ainda com receio.

    "Passamos muito tempo parado e, mesmo que seja um alívio reabrir a loja, a pandemia ainda não acabou e todos precisamos ser conscientes disso. Por isso, estamos preparando a loja para que a segurança seja colocada em primeiro lugar”, destacou o proprietário. 

    Os lojistas e ambulantes aguardam para reabrir na próxima segunda
    Os lojistas e ambulantes aguardam para reabrir na próxima segunda | Foto: Lucas Silva


    De acordo com Taraira, neste sábado, a loja passou por uma dedetização para que o estabelecimento não apresente nenhum risco aos clientes que desejem procurar os produtos de interesse. 

    "Hoje viemos aqui somente para limpar. As marcações para o distanciamento social serão feitas dentro e fora da loja na segunda-feira, antes de o comércio reabrir. Hoje também dedetizei todo o estabelecimento, desde a calçada até o teto para que o cliente se sinta seguro durante as compras", analisou o empresário. 

    Os preparativos para a reabertura estão a todo vapor
    Os preparativos para a reabertura estão a todo vapor | Foto: Lucas Silva


    O proprietário ressaltou ainda que todos os profissionais foram orientados a não permitir a entrada de consumidores sem máscara no estabelecimento, conforme as recomendações governamentais.

    Dividido em quatro ciclos, a reabertura começa com segmentos como vestuário, calçados, móveis, petshops, concessionárias de veículos, óticas, floriculturas, artigos esportivos, entre outros.  

    Comentários