Fonte: OpenWeather

    Venda de carros


    Vendas de automóveis cresce 32,30% em maio no AM em relação a abril

    Dados da Federação Nacional de Distribuidores de Veículos Automotores ( Fenabrave) apontam crescimento na venda de veículos automotores na passagem de abril para maio, no Amazonas.

    Embora tenha havido aumento, os números de veículos comercializados são inferiores ao do ano passado, com recuo de 55,61% em relação a maio de 2019, quando foram vendidos 4.918 automóveis.
    Embora tenha havido aumento, os números de veículos comercializados são inferiores ao do ano passado, com recuo de 55,61% em relação a maio de 2019, quando foram vendidos 4.918 automóveis. | Foto: Divulgação

    MANAUS - Dados da Federação Nacional de Distribuidores de Veículos Automotores ( Fenabrave) apontam crescimento na venda de veículos automotores na passagem de abril para maio, no Amazonas. Em abril foram vendidos 1.650 veículos, já em maio foram vendidas 2.183 unidades, um crescimento de 32,30%.

    Embora tenha havido aumento, os números de veículos comercializados são inferiores ao do ano passado, com recuo de 55,61% em relação a maio de 2019, quando foram vendidos 4.918 automóveis.

    Os números no Amazonas refletem o mercado brasileiro e os efeitos da crise originada com a pandemia do Covid-19, com as concessionárias trabalhando a portas fechadas. As vendas nacionais somaram 100.425 mil unidades, alta de 11,97 em relação a abril, que registrou 89.687 licenciamentos. Na comparação com maio de 2019, o resultado foi 71,98% inferior, já que naquele ano foram vendidos 358.438 veículos.

    Leia também: Máquinas incríveis -site especial do EM TEMPO sobre automóveis

    De acordo com a Fenabrave, houve alta em todas as sete categorias listadas em maio. As maiores altas vieram de caminhões. Os carros convencionais seguem sendo a categoria mais vendida, embora tenham tido uma queda de 47,27% em relação ao ano passado. As vendas de motocicletas elevaram a participação, de 37,52% para 39,31%.

    Embora as concessionárias tenham permanecido fechadas, as vendas continuaram sendo realizadas de forma on-line. As informações são do presidente do Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos do Estado do Amazonas ( Sincodiv), João dos Santos Braga Neto, que revela sua expectativa para o setor. " Agora que as concessionárias estão novamente abertas, só precisaremos de mais estabilidade política. Nossa expectativa é que as vendas de junho sejam pelo menos 60% da média que seria registrado sem a pandemia", salientou.

    O presidente da Fenabrave Alarico Assumpção Júnior avaliou que a pequena recuperação em maio só foi possível em consequência das vendas on-line. "Sabemos que o ritmo será mais lento e não temos como prever os reais impactos. Todo o PIB deverá ter um resultado inferior ao de 2019", encerrou.

    Leia mais:

    Vendas de carros cresceram 15% em setembro de 2019


    Comentários