Fonte: OpenWeather

    Caixa Econômica


    Por que meu auxílio emergencial ainda NÃO foi aprovado?

    O auxílio emergencial tem provocado diversas dúvidas das mais variadas formas pelos beneficiários, inclusive para aqueles que não receberam

    Por que meu auxílio emergencial ainda NÃO foi aprovado? | Foto: Divulgação

    A Caixa Econômica Federal ainda tem um número expressivo de trabalhadores que estão aguardando a liberação na concessão do benefício. É importante destacar que este processo de aprovação é realizado em interface com a Dataprev.

    O órgão é responsável pelo detalhamento e cruzamento das informações prestadas pelos brasileiros para garantir o repasse dos R$ 600 para aqueles que realmente tem necessidade do recebimento do valor.

    Liberado desde abril, o cadastro através do aplicativo Caixa Auxílio Emergencial ou até mesmo pelo site, fez com que milhares de brasileiros submetessem a candidatura, porém, alguns ainda continuam sem nenhuma resposta.

    A Caixa anteriormente já havia divulgado que os motivos pelos quais os beneficiários não são concedidos é por não atender os critérios definidos pelo governo federal, como o de trabalhar com carteira assinada, o que é proibido no recebimento.

    Além deste ponto, há também alguns benefícios que não estão concedidos pela inconsistência nos dados prestados. Nestes casos, o brasileiro está sendo orientado a refazer o cadastro.

    Recadastro

    Quando a Caixa orienta que seja necessário refazer o cadastro, o brasileiro deverá acessar o app ou site e realizar o login com as informações já cadastradas. Após entrar no sistema, ele deverá refazer com cuidado todo o passo a passo das informações prestadas.

    Reanálise do auxílio emergencial

    Mesmo com a inclusão dos dados, o usuário poderá também receber a informação que o benefício foi negado. No próprio aplicativo, ele poderá informar que deseja a reanálise. Ou seja, a Dataprev irá realizar mais uma vez o cruzamento de dados para visualizar a efetividade.

    Recorrer

    Já aqueles brasileiros que estão enquadrados nos critérios de recebimento do auxílio emergencial, mas que tiveram o benefício negado, agora podem entrar com um pedido de contestação da decisão na Defensoria Pública da União.

    O órgão orienta que são 70 unidades atendendo os brasileiros de 1.830 cidades brasileiras. Para obter mais informações sobre os processos e como realizar o contato com estas filiais, é necessário realizar uma busca no site: https://www.dpu.def.br.

    Comentários