Fonte: OpenWeather

    Lucro imobiliário


    Mercado Imobiliário fecha semestre com crescimento milionário

    R$ 426 milhões em faturamento de vendas, superando as expectativas durante a pandemia

    O mercado imobiliário no Amazonas superou as expectativas do setor diante de um cenário preocupante na crise ocasionada pelo novo coronavírus
    O mercado imobiliário no Amazonas superou as expectativas do setor diante de um cenário preocupante na crise ocasionada pelo novo coronavírus | Foto: Maurício Sanches

    Manaus- O mercado imobiliário no Amazonas superou as expectativas do setor diante de um cenário preocupante na crise ocasionada pelo novo coronavírus. O primeiro semestre fechou o ano de 2020 com o faturamento de R$ 426 milhões em vendas, e registra um crescimento de 24,5% se comparado ao primeiro semestre de 2019, onde o valor em vendas foi de R$ 342 milhões.

    Os dados foram divulgados na manhã desta terça-feira (04) pela Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Amazonas (Ademi-AM), em reunião com empresários do setor.

    Para o diretor da Comissão da Indústria Imobiliária da Ademi-AM, Henrique Medina, os números positivos foram devidos a confiança do consumidor e incentivados pelos jurus bancários baixos. No primeiro trimestre foram vendidos 205 milhões; já no segundo o valor saltou para R$ 221 milhões. A projeção para 2020 é chegar ao valor de R$ 1 bilhão de reais, um crescimento de 23% se comparado a 2019, ano em que o mercado faturou R$ 814 milhões.

    As vendas no segundo trimestre de 2020, foram 752 do padrão econômico, 194 nos demais padrões verticais, 44 em unidades horizontais e 5 unidades comerciais. Em relação às vendas dos bancos, foram vendidas 6 unidades do padrão econômico e 43 unidades dos demais padrões verticais e 1 unidade comercial. As vendas líquidas das unidades residenciais verticais, comerciais e horizontais totalizaram 995 unidades. Somadas estas vendas representam um VGV (valor geral de vendas) de R$ 221 milhões,

    Os Bairros que representaram juntos 61,4% das unidades vendidas no segundo trimestre deste ano foram: Lírio do Vale (162), Cidade Nova  (120), Alvorada (119), Da Paz (113), Parque Mosaico (104) e Tarumã  (94).

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Caixa lança novas linhas de crédito com garantia de imóvel

    ‘Papo Imobiliário’ volta à grade da programação TV Encontro das Águas

    Obras do Prosamim são retomadas e famílias recebem indenização

    Comentários