Fonte: OpenWeather

    sinal de recuperação


    Lojistas observam crescimento de 20 a 60% nas vendas do Dia dos Pais

    Setor ainda não disponibilizou os resultados concretos, mas lojistas afirmam que vendas superaram as expectativas

    Lojistas avaliaram que movimento para Dia dos Pais foi como se fosse o Dia das Mães | Foto: Lucas Silva

    Manaus – O resultado do Dia dos Pais superou as expectativas dos lojistas do comércio manauara. O crescimento nas vendas das lojas de nico foi de 20% até 60%, o que representa um sinal de excelente recuperação da atividade na capital amazonense. Dois dias depois do feriado que movimentou o tradicional centro comercial e os shoppings como se fosse o Dia das Mães, os representantes do setor não se manifestaram. A Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL-Manaus) estimou na semana passada um crescimento de 1,95% no período.

    Segundo o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Amazonas (Fecomércio), Aderson Frota, os representantes do comércio ainda não contam com os números efetivos para apresentar um resultado geral das vendas. “Só o que sabemos é que para alguns empresários o momento foi extremamente positivo enquanto outros acreditam que as vendas poderiam ter sido melhores”, declara.

    Para a CDL-Manaus, a data seria capaz de melhorar as vendas do setor na comparação com o mesmo período de 2019, o que poderia ajudar na evolução do crescimento do comércio no segundo semestre do ano. O ticket médio de compra estava seria de R$ 90, de acordo com pesquisa da entidade, e a receita bruta dos lojistas estava estimada em quase R$ 80 milhões com as vendas.

    A receita bruta dos lojistas estava estimada em quase R$ 80 milhões
    A receita bruta dos lojistas estava estimada em quase R$ 80 milhões | Foto: Lucas Silva

    De acordo com o gerente da loja de vestuário Studio Z, Edilam Magalhães, as vendas conseguiram superar o valor estimado na véspera da data comemorativa. “Estávamos com uma média de vendas diária de R$ 18 mil, mas com a entrada da campanha para o Dia dos Pais, aumentamos as vendas para R$ 35 mil e na véspera vendemos R$ 49 mil. Foi uma evolução incrível na faixa de 60%”, aponta.

    Edilam salienta que uma evolução de 0,8% foi observada nas vendas, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Ou seja, mesmo em um cenário de crise na economia, por conta da pandemia da Covid-19, um crescimento ainda foi verificado para a loja que faz parte do setor mais escolhido pelos filhos para presentear os pais, em 28,3%, de acordo com pesquisa feita pela CDL-Manaus.

    O setor de vestuário foi o mais escolhido pelos filhos para presentear os pais, em 28,3%
    O setor de vestuário foi o mais escolhido pelos filhos para presentear os pais, em 28,3% | Foto: Lucas Silva

    Para o gerente da loja de calçados Shop do Pé, localizada no Shopping Ponta Negra, Nonato França, o aumento observado nas vendas foi de, aproximadamente, 20% com a chegada do Dia dos Pais. “A empresa fez uma campanha de incentivo para nossos clientes com até 30% de desconto em todos os produtos e o resultado foi positivo, pois realmente conseguimos relatar o crescimento nas vendas”, afirma.

    Vendas online

    Durante a paralisação do comércio por conta das medidas de contenção do novo coronavírus (Covid-19), de março a junho, muitas lojas passaram por dificuldades e optaram por se manter ao avançar com o processo de e-commerce, onde as vendas são feitas online. Essa nova realidade fez com que o crescimento nas vendas para o Dia dos Pais também fosse constatado no mundo virtual, chegando aos 22,2%.

    Os dados são do Índice Cielo de Varejo Ampliado e demostram que o faturamento do e-commerce saltou 22,2% na semana do Dia dos Pais. Nesses resultados do comércio eletrônico, não são levados em conta os números do setor de turismo e transporte, um dos mais atingidos pela crise.

    O faturamento do e-commerce saltou 22,2% na semana do Dia dos Pais
    O faturamento do e-commerce saltou 22,2% na semana do Dia dos Pais | Foto: Lucas Silva

    Entre as categorias de presentes, a que mais se destacou foi a de varejo alimentício especializado, que inclui lojas de chocolate e vinho, por exemplo. O segmento teve aumento de vendas de 0,9% em relação a 2019. Cosméticos e higiene pessoal (-16,4%), óticas e joalherias (-16,7%) e vestuários e acessórios (-21%) tiveram quedas de dois dígitos.

    Veja mais:

    Véspera do dia dos Pais movimenta o comércio em Manaus

    Preço da cesta básica em Manaus varia até 27,6% nos supermercados

    Redução na taxa Selic é mais um conto de fadas para o consumidor

    Comentários