Fonte: OpenWeather

    Brinquedos Sexuais


    No Brasil, um milhão de vibradores foram vendidos durante a pandemia

    Em Manaus, lojistas tiveram aumento de 30% nas vendas e os produtos mais vendidos foram os vibradores e fantasias

    Mulheres casadas na faixa de 25 a 35 anos foram as que mais procuraram vibradores
    Mulheres casadas na faixa de 25 a 35 anos foram as que mais procuraram vibradores | Foto: Reprodução

    O mercado de produtos eróticos teve um grande crescimento durante o Covid-29. Desde o início do confinamento, mais de 1 milhão de vibradores foram vendidos em todo o Brasil, segundo levantamento Associação Brasileira de Empresas do Mercado Erótico (Abeme).

    O aumento das vendas foi 4,12%  comparado com 2019. Um dos motivos é o isolamento social estar impedindo as pessoas de terem encontros sexuais e os brinquedos ajudam a aliviar o tesão sozinho, os vibradores estão dominando a lista, mas um produto novo são as máscaras de proteção personalizadas com imagens sensuais que servem tanto para proteção quando para fetiche.

    Mulheres casadas na faixa de 25 a 35 anos foram as que mais procuraram vibradores, segundo a pesquisa "perfil do mercado erótico durante a quarentena", divulgada pelo portal MercadoErotico.Org. O brinquedo sexual existe em todos os tamanhos, formatos e frequências de vibração e o  preço varia dependendo do modelo.

    Em Manaus

    A proprietária do Desfrut Sex Shop, Paula Vieira, falou que a loja teve um aumento de 20% a 30% nas vendas durante o período de isolamento social. "Os artigos mais vendidos foram os vibradores e fantasias sexuais tendo como principais clientes casais e mulheres. Neste ramo erótico as vendas on-line já são altas devido a uma parcela dos clientes serem mais reservados e preferirem comprarem em suas casas", afirmou Paula. 

    Leia mais:

    Sem contato sexual, profissionais do sexo voltam ao trabalho em Berlim

    Dia do orgasmo: 55% das brasileiras 'não chegam lá', revela pesquisa

    Após perder pênis, britânico tem novo órgão construído no braço

    Comentários